Tipologias textuais literárias e lingüísticas

  • Luiz Carlos Travaglia
Palavras-chave: Tipologia de textos, Literatura, Lingüística, Interseções.

Resumo

Neste artigo, discutem-se as interseções entre as tipologias de texto propostas pelos estudos literários e lingüísticos, considerando os aspectos em que os estudos tipológicos dessas duas vertentes convergem e divergem, e como cooperam, ou não, entre si. Observa-se que as compatibilidades e coincidências de posturas epistemológicas são mais importantes que as incompatibilidades.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADAM, Jean Michel. Quels types de texts? In: Le Français Dans Le Monde, Paris, Hachette-Larrousse, n. 192, abr. 1985. (apud KOCH; FÁVERO, 1987)

ADAM, Jean Michel. Les textes: types et prototypes – récit, description, argumentation, explication et dialogue. Paris: Nathan, 1993.

BASTOS, Lúcia Kopschitz Xavier. Coesão e coerência em narrativas escolares escritas. Campinas: Unicamp, [1985].

BAKHTIN, Mikhail (1953). Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Trad. Francês de Maria Ermantina Galvão Gomes Pereira. São Paulo: Martins Fontes, 1992. p. 275-326.

LABOV, Willian. The transformation of experience in narrative syntax. In: Language in the inner city: studies in the black English vernacular. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1972. p. 354-396.

LABOV, Willian; WALETZKY, Joshua. Narrative analysis: oral versions of personal experience. In: HELM, J. (Ed.). Essays on the verbal and visual arts. Washington: Washington University Press, 1967. p. 12-44.

LARIVAILLE, Paul. L’analyse (morpho)logigue du récit. In: Poétique, Paris, n. 19. p. 369-388, 1974. (apud BASTOS, 1985)

LIMA, Luiz Costa. A questão dos gêneros. In: LIMA, Luiz Costa (Org.). Teoria da literatura em suas fontes. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1983. v. 1, p. 237-274.]

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Ângela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora (Org.). Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. p. 19-36.

MOISÉS, Massaud. A criação literária. São Paulo: Melhoramentos, 1973.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Um estudo textual-discursivo do verbo no português do Brasil. 1991. Tese (doutorado) – IEL/Unicamp.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Da distinção entre tipos, gêneros e subtipos de textos. In: Estudos Lingüísticos XXX, p. 1-6, 2001. (Revista Publicada em CD-ROM: artigo 200).

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Tipos, gêneros e subtipos textuais e o ensino de língua materna. In: BASTOS, Neusa Maria Oliveira Barbosa (Org.). Língua portuguesa: uma visão em mosaico. São Paulo: Educ/PUC-SP, 2002. p. 201-214.

TRAVAGLIA, Luiz Carlos. Tipelementos e a construção de uma teoria tipológica geral de textos. In: FÁVERO, Leonor Lopes et al. (Org.). Língua portuguesa e ensino. São Paulo: Cortez/Educ, 2003. (No prelo)

VAN DIJK, Teun A. La ciencia del texto: un enfoque interdisciplinario. Buenos Aires/Barcelona: Paidos, 1983.

VAN DIJK, Teun A. News schemata. In: COOPER, Charles R.; GREENBAUM, Sidney (Eds.). Studying writing: linguistic approaches. London/Beverly Hills/New Delhi: Sage Puclications, 1986. p. 155-185.

VAN DIJK, Teun A. Curso LL148: Tipologia do texto. Campinas: IEL/Unicamp, março de 1990. (Notas pessoais)

Publicado
18-03-2004
Como Citar
Travaglia, L. C. (2004). Tipologias textuais literárias e lingüísticas. Scripta, 7(14), 146-158. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12551