Mito e poesia em Desaparição do mito, de Emílio Moura

  • Luciano Dias Cavalcanti Universidade Vale do Rio Verde
Palavras-chave: Mito, Memória, Poesia,

Resumo

Uma importante característica presente na obra poética de Emílio Moura, que corrobora com o desejo do poeta conhecer o incognoscível, é a afinidade da poesia com o mito. O que vemos em sua poesia é a estreita relação do texto literário associado à dimensão mítica, no sentido de que, numa de suas fortes marcas, o poema busca uma espécie de “memória profunda” da cultura, trazendo para o presente um passado mítico perfeito. O poeta busca atingir as camadas mais obscuras do ser através da correspondência entre o mundo mítico e o seu poema. Neste texto, propomos analisar “Desaparição do mito” poema pertencente a seu livro homônimo, confeccionado entre os anos de 1945 a 1951, com o intuito de examinar a relação estabelecida pelo poeta mineiro entre mito e poesia em sua lírica.

 

Biografia do Autor

Luciano Dias Cavalcanti, Universidade Vale do Rio Verde

Doutor em Teoria e História Literária IEL- UNICAMP

Prof. Mestrado em Letras da Universidade Vale do Rio Verde

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. Palma severa. In: MOURA. Emílio. Poesia. Rio de Janeiro, José Olympio editora, 1953.

AUERBACH, Erich. Ensaios de Literatura Ocidental. Org. de Davi Arrigucci Jr. e Samuel Titan Jr. (Trad. de Samuel Titan Jr. e José M. de Macedo). São Paulo: Duas Cidades; Editora 34, 2007.

BOSI, Alfredo. O Ser e o Tempo na Poesia. São Paulo: Cultrix, 1977.

CASSIRER, Ernst. Linguagem e mito. (Trad. J. Guinsburg e Miriam Schnaider-man). São Paulo: Perspectiva, 2000.

ELIADE, Mircea. Mito e realidade. (Trad. Pola Civelli) São Paulo: Perspectiva, 1998.

HEIDEGGER, Martin. A origem da obra de arte. (Trad. de Idalina Azevedo e Manuel A. de Castro). São Paulo: Edições 70, 2010.

JABOUILLI, Victor. Mito e literatura: algumas considerações acerca da mitologia clássica na literatura ocidental. In: JABOUILLI, Victor. Mito e literatura. Mem Martins, Portugal: Inquérito, 1993

LUCAS, Fábio. Introdução e seleção: O poeta Emílio Moura. In: MOURA. Emílio. Poesia de Emílio Moura. São Paulo, Art Editora, 1991.

MIELIETINSKI, E. M. A poética do mito. (Trad. Paulo Bezerra) Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987.

MOURA. Emílio. Poesia. Rio de Janeiro, José Olympio editora, 1953.

MOURA, Emílio. Itinerário poético: poemas reunidos. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2002.

TORRANO, Jaa. “Estudo”. In: HESÍODO. Teogonia: A origem dos deuses (Trad. de Jaa Torrano). São Paulo: Iluminuras, 1995.

VERNANT, J. P. “Aspectos míticos da memória e do tempo”. In: Mito e pensamento entre os gregos: estudos de psicologia histórica. (Trad. Haiganuch Sarian) Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1990.

VICO, Giambattista. Princípios de uma ciência nova: acerca da natureza comum das nações. (Trad. Antônio Lázaro) São Paulo: Abril Cultural, 1979.

Publicado
22-12-2016
Como Citar
Cavalcanti, L. D. (2016). Mito e poesia em Desaparição do mito, de Emílio Moura. Scripta, 20(39), 359-377. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/12725
Seção
Outras poéticas