Linguagem e emoção: ethos, fogos e palhas em 'Antiperipléia"

  • Paulo Henrique Aguiar Mendes PUC Minas
Palavras-chave: Discurso, Ethos, Pathos, Logos, Antiperipléia.

Resumo

Este texto apresenta primeiramente um conjunto de hipóteses teóricas sobre as relações estabelecidas entre linguagem e emoção,  funda­mentadas em categorias oriundas da retórica, da pragmática  e da análise do discurso. Em seguida, tais hipóteses são aplicadas  na análise do conto de Tutaméia acima referido, com vistas  a verificar a sua operacionalidade.

Referências

AMOSSY, Ruth (Org.) . Images de soi dans le discours. La construction de l'ethos. Paris: Delachaux et Niestlé, 1999.

ARISTÓTELES. Arte retórica e arte poética. São Paulo: Clássicos Garnier, 1959. BENVENISTE, E. Problemas de linguística geral I. Campinas: Pontes, 1995.

DOURY, M.; TRAVERSO, V; PLANTIN, C. Les émotions dans les interations. Lyon: Presses Universitaire de Lyon, 2000.

ROSA, Guimarães. Tutaméia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

Publicado
13-10-2005
Como Citar
Mendes, P. H. A. (2005). Linguagem e emoção: ethos, fogos e palhas em ’Antiperipléia". Scripta, 9(17), 287-307. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/scripta/article/view/14128