Antonio Candido, no tempo da delicadeza

  • Márcia Marques de Morais
Palavras-chave: Antonio Candido: vida e obra, Humanismo, Testemunho

Resumo

Este texto, à guisa de Editorial, tem três objetivos. No primeiro momento, pretende historiar, com brevidade, o surgimento do projeto de organizar esta edição 49 da Revista SCRIPTA, em homenagem a Antonio Candido, com textos que privilegiassem três eixos do trabalho do intelectual: o Professor, o Crítico, o Político, e constata o imbricamento dessas três vertentes na vida e produção intelectual do homenageado. Para além dessa constatação, registra enfaticamente o afeto que permeia suas experiências, seus testemunhos, sua convivência e sua escrita. Em um segundo momento, apresenta, muito sucintamente, os artigos selecionados para a publicação, bem como as entrevistas e textos a que se chamou “Do afeto”. Em seguida, vale-se da oportunidade de relatar duas experiências pessoais com Antonio Candido que evidenciam a “reversibilidade” entre literatura e vida. Para tanto, vale-se de ensaio do autor sobre jagunços mineiros (“Jagunços mineiros: de Cláudio a Guimarães Rosa”), cuja exposição – escrita a partir de aulas e palestras em curso ministrado na USP –, enlaça, afetuosamente, vida e literatura.

Biografia do Autor

Márcia Marques de Morais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC Minas. Doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo – USP.

Referências

CANDIDO, Antonio. [Correspondência]. Destinatário: Márcia Marques de Morais. São Paulo, 4 jun. 2007. 1 carta datilografada. 2 f.

CANDIDO, Antonio. Formação da literatura brasileira. Momentos decisivos. 10. ed. Rio de Janeiro: Ouro Sobre Azul, 2006.

CANDIDO, Antonio. Recortes. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

CANDIDO, Antonio. Jagunços mineiros de Cláudio a Guimarães Rosa. In: CANDIDO, Antonio. Vários Escritos. 4. ed. São Paulo/ Rio de Janeiro: Duas Cidades/ Ouro Sobre azul, 2004, p. 99-124.

EDIFICANTE. In: HOUAISS, Antônio. Dicionário Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001. p. 1099.

FANTASIA. Intérprete: Chico Buarque de Holanda. Compositor: Chico Buarque de Holanda. In: TERRA. Intérpretes: Magro, Miltinho, Ruy, Maurício Maestro, Lourenço Baeta, Fernando Gama, Choco Adnet, Lu Medeiros, Nina Pancveski, Olivia Hime, Sueli Costa, Miltom Nascimento e Chico Buarque. São Paulo: Cia. das Letras, 1997. 1 CD. Faixa 4.

MORAIS, Márcia Marques de. [Correspondência]. Destinatário: Antonio Candido de Mello e Souza. Belo Horizonte, 18 abr. 2007. 1 carta digitada. 2 f.

SALGADO, S.; BUARQUE, C.; SARAMAGO, J. Terra. São Paulo: Companhia das Letras, 1997.
Publicado
20-12-2019
Como Citar
Morais, M. M. de. (2019). Antonio Candido, no tempo da delicadeza. Scripta, 23(49), 11-27. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2019v23n49p11-27