Um poema ecfrástico - análise de "Três mulheres e um céu de Delft", de Daniel Jonas

  • Silvana Maria Pessôa de Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Poesia Portuguesa Moderna e Contemporânea, Daniel Jonas, Écfrase

Resumo

Neste trabalho intenta-se fazer uma leitura do poema "Três mulheres e um céu de Delft', que integra o livro Os fantasmas inquilinos, publicado por Daniel Jonas, poeta português, em 2005. Para tanto, utiliza-se como principal operador conceitual a écfrase, que na Modernidade é vista menos na sua dimensão de recurso retórico do que como princípio poético destinado a estabelecer produtivas e complexas articulações entre as artes literárias e as artes plásticas.Três longas passagens do poema são especialmente recortadas para que se analise, nelas, a presença da obra de três expressivos ícones da história da pintura no Ocidente: o renascentista Nicholas Possin, o romântico Dante Gabriel Rossetii e o holandês Johannes Vermeer.          

Referências

ANDRADE, Carlos Drummond de. Reunião – 10 livros de poesia. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio Editora, 1969.
BERARDINELLI, Alfonso. As muitas vozes da poesia moderna. In: Da poesia à prosa. Trad. Maurício Santana Dias. São Paulo: Cosac & Naify, 2007. P. 17-41.
BLOOM, Harold. A angústia da influência – uma teoria sobre a poesia. Tradução e apresentação de Arthur Nestrovski. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1991.
CLUVER, Claus. A new look at an old topic: ekphrasis revisited. In: Todas as letras. São Paulo, v. 19, n. 1, p. 3-44, jan./abr. 2017. http: //dx.doi.org/10.5935/1980-6914/letras.v19 n1 p.30-44. Acesso em 15/09/2020.
ELLIS, Jonathan. Ekphrastic Poetry: In and Out of the Museum. In: MARTINY, Erik. A companion to poetic genre. John Wiley & Sons Limited, 2012. P. 614-625. Online ISBN: 978.1444344318. DOI: 10.10002/978.1444344318.
FRIAS, Joana Matos. Écfrase: 10 aporias. Elyra: Revista da Rede Internacional Lyra Compoetics, n. 8, 2016, obtido de HTTPS://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/150. Acesso em 17/09/2020
HEFERNAN, James A. W. Museum of words – the poetics of ekphrasis from Homer to Ashbery. Chicago: University of Chicago Press, 1993.
JONAS, Daniel. Os fantasmas inquilinos. Lisboa: Cotovia, 2005.
LAUSBERG, Heinrich. Elementos de retórica literária. Tradução, prefácio e aditamentos de R.M. Rosado Fernandes. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004.
MARTELO, Rosa Maria. Imagens, paisagens, espaços poéticos. In: O cinema da poesia. Lisboa: Documenta, 2012. P. 55-69.
MARTINS, Paulo. Uma visão periegemática sobre a écfrase. Classica - Revista Brasileira de Estudos Clássicos, [S.l.], v. 29, n. 2, p. 163-204, dez. 2016. ISSN 2176-6436. Disponível em: . Acesso em: 16 jul. 2020. doi:https://doi.org/10.24277/classica.v29i2.425.
Publicado
18-12-2020
Como Citar
Oliveira, S. M. P. de. (2020). Um poema ecfrástico - análise de "Três mulheres e um céu de Delft", de Daniel Jonas. Scripta, 24(52), 75-90. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2020v24n52p75-90