SER NEGRO NO MARAJÓ: NOTAS SOBRE IDENTIDADE E RACISMO NA AMAZÔNIA PARAENSE

  • Jacqueline Tatiane da Silva Guimarães Faculdade de Serviço Social do Campus Universitário do Marajó/Breves -FACSS/UFPA
Palavras-chave: Marajó. Ser negro. Direitos Humanos.

Resumo

Abordamos sobre ser negro e o racismo no Marajó, a fim de refletir sobre as suas particularidades na região. Primeiramente, tratamos sobre a história do negro na Amazônia, problematizando a sua presença na cultura da Amazônia paraense. Posteriormente, discorremos sobre o processo de lutas e resistências que consolidaram as políticas afirmativas e os impactos do colorismo nos processos da autodeclaração e por consequência na identidade racial. Por fim, apresentamos os resultados da pesquisa, que teve como lócus o município de Breves (Marajó/PA). Esta pesquisa é exploratória, pautada em levantamento bibliográfico e entrevista estruturada realizada com 34 sujeitos, sendo 32 discentes e dois técnicos de instituições de ensino superior. A pesquisa foi realizada nos meses de agosto e setembro de 2017. Verificamos que os debates sobre raça, etnia, racismo, negro e negritude ainda se constituem em verdadeiros pontos de interrogação para os discentes dos cursos de nível superior, quadro que indica as fragilidades na educação básica destes sujeitos e sendo uma problemática que acaba por não ser superada pelos projetos pedagógicos dos cursos que ainda não conseguiram consolidar uma educação antirracista.

Biografia do Autor

Jacqueline Tatiane da Silva Guimarães, Faculdade de Serviço Social do Campus Universitário do Marajó/Breves -FACSS/UFPA

Assistente Social, doutora em Educação, Coordenadora do Programa DIDHAM (Direitos Humanos, Infâncias, Diversidade no Arquipélago do Marajó) e Docente da Faculdade de Serviço Social do Campus Universitário do Marajó/Breves - FACSS/UFPA

Publicado
30-11-2020
Como Citar
Guimarães, J. T. da S. (2020). SER NEGRO NO MARAJÓ: NOTAS SOBRE IDENTIDADE E RACISMO NA AMAZÔNIA PARAENSE. @rquivo Brasileiro De Educação, 8(17), 80-106. https://doi.org/10.5752/P.2318-7344.2020v8n17p80-106
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier