A LINGUAGEM, A ESTÉTICA E A IDEOLOGIA NA MÚSICA ROCK ENTRE OS JOVENS NA COMUNIDADE CAVERNA DE ADULÃO EM BELO HORIZONTE

Main Article Content

Flávio Lages Rodrigues

Resumo

Este artigo considera como a linguagem, a estética e a ideologia do rock and roll fornecem recursos espirituais para a juventude de um grupo evangélico de headbangers, a Comunidade Caverna de Adulão. O rock faz parte da espiritualidade contemporânea e alternativa desta tribo urbana, ajudando a proporcionar um sentimento de pertença e emoções compartilhadas. Observamos que no início da comunidade o rock foi o principal elemento socializador entre os jovens e que posteriormente outros elementos entraram em seu lugar. A metodologia consistiu em revisão bibliográfica, principalmente do sociólogo Michel Maffesoli em diálogo com outros autores. Na pesquisa de campo utilizamos o método sócioantropológico-etnográfico que aconteceu com a observação participante e com técnica de grupo focal. O principal foco temático foi a socialização em torno da música rock.

Article Details

Como Citar
RODRIGUES, F. L. A LINGUAGEM, A ESTÉTICA E A IDEOLOGIA NA MÚSICA ROCK ENTRE OS JOVENS NA COMUNIDADE CAVERNA DE ADULÃO EM BELO HORIZONTE. INTERAÇÕES, v. 16, n. 1, p. 93-117, 13 abr. 2020.
Seção
ARTIGOS
Biografia do Autor

Flávio Lages Rodrigues, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Mestre em Ciências da Religião pela PUC Minas. Bacharel em Teologia e especialista em Teologia Sistemática pela Faculdade Teológica de Belo Horizonte - FATE-BH. Doutorando em Ciências da Religião pela PUC Minas, bolsista CAPES. Brasil. ORCID: 0000-0003-2538-6459. E-mail: flavioposttrevor@yahoo.com.br.

Referências

AMARAL, Leila. Cultura religiosa errante: o que o Censo de 2010 pode nos dizer além dos dados. In: MENEZES, R.; TEIXEIRA, F. (org.). Religiões em movimento: o Censo de 2010. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 295-310.

ANTONIAZZI, Alberto. Por que o panorama religioso no Brasil mudou tanto? São Paulo: Paulus, 2004.

BAGGIO, Sandro. Revolução na música gospel: um avivamento musical em nossos dias. São Paulo: Exodus, 1997.

BRANDINI, Valéria. Cenários do Rock: mercado, produção e tendências no Brasil. São Paulo: Olho D’água, 2004.

CALVANI, Carlos Eduardo B. Teologia e MPB. São Paulo: Loyola, 1998.

CAMARGO, Luiz Otávio de Lima. Educação para o lazer. São Paulo: Moderna, 1998.

CORTI, A. P.; SOUZA, R. Diálogos com o mundo juvenil: subsídios para educadores. São Paulo: Ação Educativa, 2004.

COSTA, M. R. Os carecas de Cristo e as tribos urbanas do underground Evangélico. In: PAIS, J. M.; BLASS, L. M. S. (org.). Tribos urbanas: produção artística e identidades. São Paulo: Annablume, 2004. p. 43-69.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares de vida religiosa. 2. ed. São Paulo: Paulus, 1989.

HERVIEU-LÉGER, Danièlle. Representam os surtos emocionais contemporâneos o fim da secularização ou o fim da religião? Religião & Sociedade, v. 18, n. 1, p. 31-47, 1997.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

MAFFESOLI, Michel. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. 4. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

MAFFESOLI, Michel. O tempo retorna: formas elementares da pós-modernidade. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2012.

MAGNANI, J. G. C.; TORRES, L. L. (org.). Na Metrópole: textos de antropologia urbana. São Paulo: EDUSP, 1996.

NOVAES, Regina. Jovens sem religião: sinais de outros tempos. In: MENESES, R.; TEIXEIRA, F. (org.). Religiões em movimento: o Censo de 2010. Petrópolis: Vozes, 2013. p. 175-190.

PAIS, J. M.; BLASS, L. M. S. (org.). Tribos urbanas: produção artística e identidades. São Paulo: Annablume, 2004.

PINTO, Flávia S. Radicalmente santos: O rock’n’roll e o underground na produção da pertença religiosa entre os jovens. Revista Proa, Campinas, v. 1, n. 1, 2009. Disponível em: https://www.ifch.unicamp.br/ojs/index.php/proa/article/view/2397/1810. Acesso em: 09 fev. 2021.

RIBEIRO, Flávio Augusto Senra; CAMPOS, Fabiano Victor de Oliveira. Senso religioso contemporâneo e os sem religião: uma provocação a partir de Emmanuel Lévinas. Caminhos, Goiânia, v. 12, n. 2, p. 115-129, 2014. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/view/3579/2082. Acesso em: 09 fev. 2021.

RODRIGUES, Flávio Lages. A liberdade do espírito na vida e no rock. Rio de Janeiro: MK, 2007.

RODRIGUES, Flávio Lages. As trajetórias da música rock na Comunidade Caverna de Adulão. Interações, Belo Horizonte, v. 15, n. 1, p. 197-213, 2020a. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/interacoes/article/view/17515. Acesso em: 13 jul. 2020.

RODRIGUES, Flávio Lages. A utilização da música rock no diálogo inter-religioso e intercultural. Reflexus, Vitória, v. 13, n. 22, p. 669-697, 2019a. Disponível em: http://revista.faculdadeunida.com.br/index.php/reflexus/article/view/914. Acesso em: 16 dez. 2019.

RODRIGUES, Flávio Lages. Comunidade Caverna de Adulão: rock como fator de socialização. Caminhos, Goiânia, v. 18, n. 1, p. 234-251, 2020b. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/view/7498/4369. Acesso em: 13 jul. 2020.

RODRIGUES, Flávio Lages. Deus na música rock: uma visão ecológica dos grupos headbanger’s e outros grupos juvenis na Comunidade Caverna de Adulão. In: PENNA, Heloísa Maria Moraes Moreira; AVELLAR, Júlia Batista Castilho de; CARVALHO, Rodrigo Ladeira. (org.). Deus(es) na literatura. Belo Horizonte: Relicário, 2018a. p. 203-215

RODRIGUES, Flávio Lages. Igrejas e Comunidades underground’s: novos modelos eclesiais? Plura, Juiz de Fora, v. 8, n. 2, p. 185-205, 2017. Disponível em: http://www.abhr.org.br/plura/ojs/index.php/plura/article/viewFile/1468/pdf_221. Acesso em: 07 abr. 2019.

RODRIGUES, Flávio Lages. O fenômeno religioso entre os jovens nas tribos urbanas: uma análise da relação cultura e religião na Comunidade Caverna de Adulão. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) – Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018b.

RODRIGUES, Flávio Lages. O rock como possibilidade para uma espiritualidade não- religiosa. Caminhos, Goiânia, v. 17, n. 1, p. 173-192, 2019b. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/issue/view/315. Acesso em: 22 jul. 2019.

RODRIGUES, Flávio Lages. O rock na evangelização. Rio de Janeiro: MK, 2006.

RODRIGUES, Flávio Lages. Os desafios para a igreja pregar o Evangelho na pós-modernidade. Rio de Janeiro: MK, 2018c.

RODRIGUES, Flávio Lages. Percurso histórico da Comunidade Caverna de Adulão em Belo Horizonte: novos modelos eclesiais? Expedições, Morrinhos, v. 9, n. 3, p. 71-90, 2018d. Disponível em: https://www.revista.ueg.br/index.php/revista_geth/article/view/7660. Acesso em: 22 jul. 2019.

SORJ, B. A convivência democrática como politeísmo de valores. Estudos Avançados, São Paulo, v. 30, n. 86, p. 133-145, 2016. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/eav/article/view/115085. Acesso em: 9 fev. 2021.

TAYLOR, C. Uma era secular. São Leopoldo: Unisinos, 2010. p. 13-37.

THOMPSON, E. P. Costumes em comum. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.