A CONSTRUÇÃO DO SISTEMA DOS NÚMEROS REAIS POR WEIERSTRASS

  • Ana Patrícia Martins Escola Superior de Educação de Viseu/Instituto Politécnico de Viseu.

Resumo

Apesar de já na Antiguidade Clássica se ter reconhecido a existência de grandezas incomen-suráveis, não seria antes do século XIX que se estabeleceriam definições rigorosas do conceito de número irracional, sem recurso a intuições geométricas. O conceito mais geral de número real era apenas percebido intuitivamente e a sua existência apenas assegurada por considerações de natureza geométrica e algébrica. A partir do início do século XIX surgiu uma preocupação crescente em colocar a Análise sobre bases aritméticas sólidas; reconhecia-se que a falta duma teoria dos números reais tornava incorretas (ou, pelo menos, incompletas) as demonstrações de certos resultados. Desta forma, uma etapa importante do processo de aritmetização da Análise seria a elaboração duma teoria da reta real sobre fundações puramente aritméticas. Dos três nomes que devem referenciar-se neste contexto – Charles Méray, Karl Weierstrass e Richard Dedekind – destacaremos o de Weierstrass que, contrariamente aos outros dois, não se limitou a construir os reais a partir duma pressuposta construção dos racionais. Weierstrass parte da noção mais geral de número e das operações fundamentais da Aritmética; introduz inicialmente o con-ceito de número natural e, de seguida, o de número racional positivo; considerando “agregados” destes números obtém então grandezas para além das racionais. Por esta razão, na teoria dos números reais de Weierstrass, não se podem dissociar as naturezas dos números naturais, racionais e reais. Weierstrass constrói a sua teoria de modo inteiramente analítico, dotando-a dum rigor muito característico de toda a sua obra matemática e elaborando a teoria dos números reais mais completa do século XIX.

 

Palavras-chave: Aritmetização da Análise; construção dos números reais; Weierstrass.

Biografia do Autor

Ana Patrícia Martins, Escola Superior de Educação de Viseu/Instituto Politécnico de Viseu.
Escola Superior de Educação de Viseu/Instituto Politécnico de Viseu. E-mail: anapatmartins@gmail.com

Referências

BOYER, Carl B. The History of the calculus and its conceptual development. New York: Springer-Verlag, 1949.

CAUCHY, Louis. Oeuvres Complètes. II Série Tome III. Paris: Gauthier-Villars, 1821.

DANTSCHER, Victor. Vorlesung über die weierstrasssche Theorie der irratio-nalen Zahlen. Leipzig: Teubner. 1908.

DUGAC, Pierre. Eléments d'analyse de Karl Weierstrass. Archive for History of Exact Sciences, 10, 41–176, 1973.

HERMITE, Émile. Oeuvres de Charles Hermite. Tome III. Paris: Gauthier-Villars, 1912.

HETTNER. Einleitung in die Theorie der analytischen Functionen. [s.l.]: [s.n] In: In: DUGAC, Pierre. 1973. “Eléments d'analyse de Karl Weierstrass”. Archive for History of Exact Sciences, 10, p. 125-128, 1874.

HURWITZ, Adolf. Einleitung in die Theorie der analytischen Funktionen. [s.l.]: [s.n] In: DUGAC, Pierre. 1973. “Eléments d'analyse de Karl Weierstrass”. Archive for History of Exact Sciences, 10, p. 96-118, 1878.

SCHWARZ, Differentialrechnung, Ausarbeitung der Vorlesung an dem Königlichen. [s.l.]: [s.n] In: DUGAC, Pierre. 1973. “Eléments d'analyse de Karl Weierstrass”. Archive for History of Exact Sciences, 10, p. 118-124, 1861.

THIEME. Ausgewählte Kapitel aus der Funktioneblehre. [s.l.]:[s.n] In:

DUGAC, Pierre. 1973. “Eléments d'analyse de Karl Weierstrass”. Archive for History of Exact Sciences, 10, p. 129-135, 1886.

Publicado
30-08-2019
Seção
Artigos