As principais dificuldades de imigrantes russófonos na escrita em português: análise de redações elaboradas durante a preparação para o Celpe-Bras

  • Anna Smirnova Henriques Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Português como língua estrangeira., Russófonos., Celpe-Bras., Migração., Escrita.

Resumo

Mais da metade dos migrantes russófonos chega ao Brasil sem ter nenhuma noção sobre a língua portuguesa e aprende português de maneira autônoma, sem contato com a instrução formal. No entanto, em 2018, o exame de proficiência em português brasileiro Celpe-Bras se tornou obrigatório para a naturalização, e a falta de instrução formal se tornou um empecilho nesse caminho. Neste trabalho, são descritas as principais dificuldades na escrita em português de migrantes russófonos, fluentes em português falado, identificadas nas redações elaboradas durante um curso preparatório para o Celpe-Bras. Elas incluem as dificuldades de ortografia, uso de acentuação, uso de artigos, concordância de gênero, uso de verbos (conjugação, tempos verbais, modo subjuntivo) e ordem de palavras nas frases. Apesar dessas dificuldades, os migrantes russófonos estruturam bem o texto e têm facilidade para adquirir um vasto vocabulário. Ao estudarmos a aquisição do português por migrantes russófonos no Brasil, trazemos duas línguas do grupo linguístico indo-europeu pouco confrontadas nos estudos da área de aquisição de L2: o russo, uma língua eslava, e o português, uma língua românica. Para estimular o estudo das dificuldades de migrantes na aprendizagem de português brasileiro, a criação de um corpus de aprendizes de português brasileiro como língua estrangeira se configura em iniciativa de grande valor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anna Smirnova Henriques, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Pós-Doutoranda no Laboratório Integrado de Análise Acústica e Cognição (LIAAC), Programa de Estudos Pós-Graduados em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (LAEL).

Referências

ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados). Perfil socioeconômico dos refugiados no Brasil. 2019. Disponível em: https://www.acnur.org/portugues/wp-content/uploads/2019/07/Pesquisa-Perfil-Socioecon%C3%B4mico-Refugiados-ACNUR.pdf. Acesso em: 19/10/2020.

ADAM, Andreia Ros Segundo; FERNANDES MASSUCI, Camila; FURTOSO, Viviane Bagio. Formação de professores de PFOL na graduação: relato de experiência. In: FURTOSO, V. B. (org.) Formação de professores de Português para Falantes de Outras Línguas. Londrina: Eduel, 2009. p. 65-76.

AMADO, Rosane de Sá. O ensino de português como língua de acolhimento para refugiados. In: Revista da Sociedade Internacional Português Língua Estrangeira – SIPLE, v. 4, n. 2, p. 1-6, 2013.

ANUNCIAÇÃO, Renata; CAMARGO, Helena. O exame do Celpe-Bras como política de gatekeeping para naturalização no Brasil. Muiraquitã – Revista de Letras e Humanidades, v. 7, n. 2, p. 10-22, 2019.

ANTUNES, Sandra et al. Apresentação do Corpus de Português Língua Estrangeira/Língua Segunda – COPLE2. Revista da Associação Portuguesa de Linguística, n. 1, p. 1-11, 2016. http://ojs.letras.up.pt/index.php/APL/article/view/1586

AREFIEV, Aleksandr. Sotrudnichestvo Rossii i Portugalii v oblasti obrazovaniya i vzaimnoe izuchenie iazykov [Cooperation between Russia and Portugal in the education field and mutual learning of languages]. In: NIKUNLASSI, Ahti; PROTASSOVA, Ekaterina (Eds.). Slavica Helsingiensia 52. Russian Linguage in the Multilingual World. Helsinki, University of Helsinki, p. 123-133, 2019.

AUTORES, 2018

AUTORES, 2019a

AUTORES, 2019b

AUTORES, 2020a

AUTORES, 2020b

AUTORES, 2020c

BALDÉ, Nailia Rafikovna. A aquisição do artigo em português L2 por falantes de L1 russo. 2011.

Dissertação (Mestrado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/4137/1/ulfl096186_tm.pdf

BERBER SARDINHA, ANTONIO PAULO. O corpus de aprendiz Br-ICLE. Intercâmbio, v. 10, p. 227-239, 2001.

BRASIL. Portaria Interministerial nº 11, de 3 de maio de 2018. Dispõe sobre os procedimentos para solicitação de naturalização, de igualdade de direitos, de perda, de reaquisição de nacionalidade brasileira e de revogação da decisão de perda da nacionalidade brasileira e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, de 4 de maio de 2018. Seção 1, ed. 85, p. 46.

CELGA-ILTEC (Centro de Estudos de Linguística Geral e Aplicada da Universidade de Coimbra). Corpus de Produções Escritas de Aprendentes de PL2 (PEAPL2). 2021. Disponível em: http://teitok2.iltec.pt/peapl2/index.php?action=home. Acesso em: 14/03/2021.

CLUNL (Centro Linguístico da Universidade Nova de Lisboa). CAL2 – Corpus de Aquisição de L2. 2021. Disponível em: https://clunl.fcsh.unl.pt/recursos-em-linha/corpora/corpus-de-aquisicao-de-l2/. Acesso em: 14/03/ 2021.

DAMAZO, Liliane Oliveira. A modalização na produção de textos em português como língua estrangeira. 2012. Dissertação (Mestrado em Estudos de Linguagens) - Centro Federal de Educação Tecnológica. De Minas Gerais, Belo Horizonte. http://www.ufrgs.br/acervocelpebras/arquivos/textos-publicados/damazo-liliane-oliveira

DUTRA, Deise Prina; GOMIDE, Andressa Rodrigues. Compilation of a University Learner Corpus. BELT, v. 6, p. s21-s33, 2015. https://doi.org/10.15448/2178-3640.2015.s.21311

FARNEDA, Eliete Sampaio. Português língua de acolhimento – cursos de extensão e capacitação para professores de português língua materna: abordagens e práticas. In: MAIA, Francisca Paula Soares; MENDES, Regina Maria Gonçalves (Eds.). Ensino e Aprendizagem de Línguas Adicionais em Foco. Roosevelt, NJ: Boavista Press, 2019. p. 53-64.

GAO, Jingran. Práticas de avaliação de textos em português produzidos por falantes de chinês. 2012. Dissertação (Mestrado em Letras) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre. https://lume.ufrgs.br/handle/10183/67440

GRANGER, Sylviane; DAGNEAUX, Estelle; MEUNIER, Fanny; PAQUOT, Magali. (Eds.). International Corpus of Learner English. Version 2. Louvain-la-Neuve: Presses Universitaires de Louvain, 2009.

HARUMI DE PONCE, Maria; ANDRADE BURIM, Sílvia; FLORISSI, Susanna. Bem-vindo! A língua portuguesa no mundo da comunicação. 8. ed. São Paulo: Special Book Services Livraria, 2009.

IONIN, Tania; KO, Heejeong; WEXLER, Kenneth. Article Semantics in L2 Acquisition: The Role of Specificity. Language Acquisition, v. 12, n. 1, p. 3–69, 2004.

KOCH, Ingedore Vilaça; ELIAS, Vanda Maria. Escrever e argumentar. São Paulo: Editora Contexto, 2016.

LEIRIA, Isabel. Léxico – aquisição e ensino do Português Europeu língua não materna. 2001. Dissertação (Doutoramento em Linguística Aplicada) - Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://repositorio.ul.pt/handle/10451/39233

LEIRIA, Isabel; GONÇALVES, Rita. Recolha de dados de PLE. 2021. Disponível em: http://www.clul.ulisboa.pt/recurso/recolha-de-dados-de-ple. Acesso em: 14/03/2021.

ORRA, Samira Ahmad. Tempo, aspecto e modo verbais e o gênero textual carta do leitor: análise de tarefas do Celpe-Bras. Dissertação (Mestrado em Letras) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo. https://teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8142/tde-26022014-151030/pt-br.php

PANARIN, Serguei. Russkojazychnye u vneshnih granits Rossii: vyzovy i otvety (na primere Kazahstana) [Russophones near to the external borders of Russia: challenges and answers (on the exemple of Kazakhstan)]. Diaspory, n. 2-3, p. 136-168, 1999. http://www.archipelag.ru/ru_mir/rm-diaspor/russ/russian-speaking/

PÉRET DELL’ISOLA, Regina Lúcia. Exame de Proficiência Celpe - Bras em foco. Campinas: Pontes Editores, 2014.

PETROVA, Galina Viktorovna. O ensino de Português – Língua Estrangeira no contexto tipologicamente distintо. Revista electrónica da Associação de Professores de Português, n. 2, p. 1-8, 2011.

PETROVA, Galina Viktorovna. Oshibki uchenikov kak zerkalo strukturnyh razlichij mezhdu portugal''skim i russkim jazykami [Student mistakes as a mirror of structural differences between Portuguese and Russian]. Iberoamerikanskie tetradi, n. 1, p. 123-127, 2016. https://doi.org/10.46272/2409-3416-2016-1-123-137

PETROVA, Galina Viktorovna. Conceitos do tempo e do espaço em russo e em português: diferenças e dificuldades na aprendizagem. Studia Iberystyczne, v. 18, p. 467-478, 2019. https://doi.org/10.12797/SI.18.2019.18.32

PINTO PAIVA, Paula Tavares. Instrumentos e atividades realizadas para a coleta de um corpus de aprendizes em língua inglesa para integrar o Br-ICLE (Brazilian Portuguese Sub-corpus of ICLE). Estudos Linguísticos, v. 42, n. 1, p. 312-322, 2013. https://repositorio.unesp.br/handle/11449/122351

RECSKI, Leonardo Juliano. Computer-assisted error analysis: A study of prepositional errors in the Brazilian subcomponent of the international corpus of learner english (Br-ICLE). 2002. Dissertação (Mestrado em Letras) - Programa de Pós-Graduação em Letras/Inglês e Literatura Correspondente, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. https://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/83383

SALES, Hellen Margareth Pompeu de. A produção escrita em turmas heterogêneas de português língua estrangeira: das tarefas ao exame Celpe-Bras. 2014. Dissertação (Mestrado em Letras) – Instituto de Letras e Comunicação, Universidade Federal do Pará, Belém. http://repositorio.ufpa.br/jspui/handle/2011/5844

SCHOFFEN, Juliana Roquele. Acervo de provas e documentos públicos do Celpe-Bras. 2021. Disponível em: http://www.ufrgs.br/acervocelpebras. Acesso em: 7/03/2021.

SILVA, Catarina Pereira da. Oposições aspectuais em português como língua segunda: o caso dos falantes de russo em contexto de imersão. 2009. Dissertação (Mestrado em Linguística, Português Língua Estrangeira e Língua Segunda - Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Coimbra, Portugal. https://estudogeral.sib.uc.pt/handle/10316/13482

SISMIGRA (Sistema de Registro Nacional Migratório). Departamento da Polícia Federal - Ministério da Justiça e Segurança Pública do Brasil/OBMigra. Tabulações: Banco Interativo do Observatório das Migrações em São Paulo - NEPOUNICAMP - CNPq/MPT. Imigrantes internacionais registrados (Registro Nacional de Estrangeiro - RNE/ Registro Nacional Migratório – RNM. 2020. Disponível em: https://www.nepo.unicamp.br/observatorio/bancointerativo/numeros-imigracao-internacional/sincre-sismigra/. Acesso em: 13/10/2020.

SMIRNOVA HENRIQUES, Anna et al. Russian immigrants in Brazil: to understand, to be understood. Cadernos de Linguística, [s. l.], v. 1, n. 2, p. 1-18, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.25189/2675-4916.2020.v1.n2.id210>. Acesso em: 13 mar. 2021.

SMIRNOVA HENRIQUES, Anna et al. The perception of Brazilian Portuguese open and close mid vowels by native Russian speakers. JoSS, [s. l.], v. 8, n. 2, p. 59-84, 2019. Disponível em: <http://revistas.iel.unicamp.br/ojs_joss/index.php/journalofspeechsciences/article/view/183/162>. Acesso em: 13 mar. 2021.

SMIRNOVA HENRIQUES, Anna; BARROS, Thaiza; MADUREIRA, Sandra. Proficiência oral em Português Brasileiro: cenário, contextos de avaliação e de instrução e questionamentos. Revista da ABRALIN, [s. l.], v. 19, n. 3, p. 775-798, 2020. Disponível em: <https://doi.org/10.25189/rabralin.v19i3.1755>. Acesso em: 13 mar. 2021.

SMIRNOVA HENRIQUES, Anna; RUSEISHVILI, Svetlana. Migrantes russófonos no Brasil no século XXI: perfis demográficos, caminhos de inserção e projetos migratórios. Ponto-e-Vírgula, [s. l.], n. 25, p. 83-96, 2019. Disponível em: <https://doi.org/10.23925/1982-4807.2019i25p83-96>. Acesso em: 13 mar. 2021.

STSEPANIUK, Anzhalika. Método de ensino de português para falantes de russo: proposta de materiais didáticos bilingues. 2014. Dissertação (Mestrado em Ensino do Português como Língua Segunda e Estrangeira) – Faculdade de Ciências Socias e Humanas, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://run.unl.pt/handle/10362/14310

TRAVINA, Iuliia. O ensino do Português Língua Estrangeira para o público jovem: uma experiência de introdução do curso de PLE num campo de férias na Rússia. 2019. Dissertação (Mestrado em Português Língua Estrangeira/Língua Segunda) - Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://repositorio.ul.pt/handle/10451/40804?locale=en

VOROBYEVA, Olga; ALESHKOVSKI, Ivan; GREBENYUK, Aleksandr. Russian emigration at the turn of the 21st century. Filosofija. Sociologija, v. 29, n. 2, p. 107-118, 2018. https://doi.org/10.6001/fil-soc.v29i2.3706

ZHOU, Xie; KOLODA, Svetlana. K voprosu ob ispol'zovanii termina «russkojazychnyecrusskogovorjashhie) strany» v gumanitarnyh issledovanijah [On the use of the term «Russian-speaking countries» in the humanitarian studies]. Mir russkogovorjashhih stran. Regionovedenie, n. 1, p. 36-42, 2019.

Publicado
29-06-2021
Como Citar
Henriques, A. S. (2021). As principais dificuldades de imigrantes russófonos na escrita em português: análise de redações elaboradas durante a preparação para o Celpe-Bras . Scripta, 25(53), 69-97. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2021v25n53p69-97