Revisão textual: para além da revisão linguística

  • Sueli Maria Coelho
  • Leandra Batista Antunes
Palavras-chave: Revisão textual, Revisão linguística e temática, Revisão gráfica e normalizadora, Gêneros textuais/discursivos.

Resumo

Este artigo pretende reforçar a ideia de que a revisão textual deve extrapolar a simples correção de questões gramaticais e ortográficas nos textos. Para além dessas questões, observar parâmetros como o gênero e a textualidade no material a ser revisado, bem como se ele está adequado em relação a normas de publicação, discussão do tema e aspectos gráficos faz-se fundamental para uma boa revisão textual. Após discussões teóricas a respeito de aspectos globais do texto, tais como a noção de gêneros textuais/discursivos e a de textualidade, buscou-se mostrar, por meio da análise de três textos (um resumo acadêmico, uma notícia retirada de um sítio e uma piada) como os aspectos aqui discutidos influenciam na tomada de decisões do revisor.



Referências

ANTUNES, Irandé. Aula de Português: encontro e interação. São Paulo: Parábola Editorial, 2003.

BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico: o que é, como se faz. 2. ed. rev. aum. São Paulo: Parábola, 1999.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In. BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 1992, p. 261- 306.

BRITTO, Luiz Percival Leme. Contra o consenso: cultura escrita, educação e participação. Campinas: Mercado de Letras, 2003. p. 84-86.

BRONCKART, Jean-Paul. Atividades de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sócio-discursivo. Tradução Anna Rachel Machado e Péricles Cunha. São Paulo: EDUC, 1999.

BEAUGRANDE, Robert-Alain de; DRESSLER, Wolfgang U. Introduction to text linguistic. 2. imp. Londres: Longman, 1983.

CASSETA & PLANETA. Seu Creysson: vídia i óbria. Rio de Janeiro:

Objetiva, 2002.

COSTA VAL, Maria da Graças. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 1994. (Texto e Linguagem).

DETENTO britânico fica bêbado com álcool gel para prevenção de

gripe suína. Disponível em: <http://www.new.divirta-se.uai.com.br/html/sessao_21/2009/09/25/ficha_verpracrer/id_sessao=21&id_noticia=15963/ficha_verpracrer.shtml>. Acesso em: 25 set. 2009.

FRANÇA, Júnia Lessa. Manual para normalização de publicações técnicocientíficas. 6. ed. rev. e ampl. Belo Horizonte : Ed. UFMG, 2003.

MANUAL Geral da Redação da Folha de São Paulo. 2. ed. rev. amp. São Paulo: Folha de São Paulo, 1987.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Ângela Paiva; MACHADO, Anna Rachel ; BEZERRA, Maria Auxiliadora (Orgs). Gêneros textuais & ensino. 2. ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. p. 19-36.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros textuais: configuração, dinamicidade e circulação. In.: KARWOSKI, Acir Mário; GAYDECZKA, Beatriz; KARIM, Siebeneicher Brito (Orgs.). Gêneros textuais: reflexão e ensino. 2. ed. rev. ampl. Rio de Janeiro: Lucerna, 2006, p. 23-35.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.

OLIVEIRA, Luciano Amaral. Coisas que todo professor de português precisa saber – a teoria na prática. São Paulo: Parábola Editorial, 2010.

NETO, Aristides Coelho. Além da Revisão: critérios para revisão textual. Brasília: Editora Senac-DF, 2008.

Publicado
27-07-2010
Seção
Dossiê: Revisão de textos