O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA ESTRANGEIROS (PLE):

UM OLHAR ENTRE TEORIA E EXPERIÊNCIA

  • Ev' Ângela Batista Rodrigues de Barros Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Valquíria Carolina Pimentel Sales de Carvalho Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
  • Leticia Costa Silveira Santos Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Ensino de PLE, Ludicidade, Produção de material didático, formação docente

Resumo

Neste trabalho, apresentamos, de forma reflexiva, uma experiência de ensino de PLE a intercambistas de uma universidade confessional mineira, no bojo de um projeto que congrega ensino a extensão e pesquisa. Norteadas pelo aporte teórico de cunho sociointeracionista (BAKHTIN, 2019; VOLÓCHINOV, 2018), sociolinguístico (BAGNO, 2007) e cognitivo-funcional (MARTELOTTA, 2011), nos dedicamos à análise de material didático disponível, à produção customizada de unidades didáticas e jogos (virtuais e de tabuleiro), visando a aprimorar estratégias pedagógicas que vimos adotando, sobretudo após o retorno pós-pandemia. Numa modalidade marcada pela heterogeneidade e pelo trabalho com pequenos grupos, optamos pelo uso de material lúdico, com o foco no ensino de articuladores textuais e expressões idiomáticas, em que usualmente há maior dificuldade de aprendizagem. O feedback dos alunos evidencia que esta estratégia se mostrou pertinente como auxiliar no desenvolvimento de competências linguísticas importantes de escrita e de oralidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ev' Ângela Batista Rodrigues de Barros, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Licenciada em Letras pela UFMG e em Pedagogia pela Universidade do Estado de Minas Gerais. Mestra em Letras e Doutorado em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais. Pós-doutora em Estudos do Texto e do Discurso pela UFMG. Professora da graduação e do Programa de Pós-Graduação em Letras da PUC Minas. Coordenadora de Publicações e Produções Acadêmicas da Pró-reitoria de Extensão. Membro do Conselho Editorial da Editora PUC Minas. Editora gerente de periódicos eletrônicos da PUC Minas - Conecte-se! e Revista do ICH. Coordenadora editorial de Scripta e Cadernos CESPUC de Pesquisa.

Valquíria Carolina Pimentel Sales de Carvalho, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Graduada em Letras, Português e Inglês, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Mestra em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais. Especialista em Ensino Superior de Língua Inglesa (PUC Minas). Doutora em Linguística pela PUC Minas. Professora Adjunto IV da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Possui experiência na área de Letras, com ênfase em Língua inglesa e em Língua Portuguesa.

Leticia Costa Silveira Santos, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Graduanda em Letras Português (PUC Minas). Bolsista de Iniciação Científica 2022/2023 FIP PUC Minas nº27790.

 

REFERÊNCIAS

ARAÚJO, Lidiane C. de. O lúdico no ensino/aprendizagem do Português como Língua Estrangeira. 2011. Dissertação (Mestrado em Língua e Cultura Portuguesa) - Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa, Lisboa, 2011.

BAGNO, Marcos. Preconceito linguístico, o que é, como se faz. 49. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2007.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. São Paulo: editora 34, 2019.

BARROS, Ev’Ângela R. B. de; FURTOSO, Viviane A. Baggio. Ensino de português para falantes de outras línguas: múltiplas realidades, múltiplas necessidades. Scripta, v. 25, n. 53, p. 8-41, 29 jun. 2021.

FURTOSO, Viviane A. Baggio. Desempenho oral em português para falantes de outras línguas: da avaliação à aprendizagem de línguas estrangeiras em contexto online. 2011. 283 f. Tese (doutorado) –UNESP. Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas, 2011. Disponível em: <http://hdl.handle.net/11449/103505>. Acesso em: 2 fev. 2023.

FURTOSO, Viviane Bagio. Onde estamos? Para onde vamos? A pesquisa em português para falantes de outras línguas nas universidades brasileiras. In: LUCAS, Patrícia de O.; RODRIGUES, Rosana F. Lourenço. Temas e rumos nas pesquisas em Linguística (aplicada):questões empíricas, éticas e práticas. Campinas, SP: Pontes Editores, 2015. p. 153-195.

GRANDO, Regina C. O jogo na educação: aspectos didático-metodológicos do jogo na educação matemática. Unicamp, 2001. Disponível em: www.cempem.fae.unicamp.br/lapemmec/cursos/el654/2001/jessica_e_paula/ JOGO.doc. Acesso em: 05 jul.2023.

LEE, Joseph J. The native speaker: An achievable model. Asian EFL Journal, v. 7, n. 2, p. 152-163, 2005.

LEURQUIN, Eulália V. L. F.; GONDIM, Ana A.L.;SILVA, Meire C.da. O espaço da gramática em sala de aula de Português Língua não Materna. In:OSÓRIO, Paulo; LEURQUIN, EuláliaV. L. F.; COELHO, Maria da Conceição(Org.). Lugar da Gramática na aula de Português. Rio de Janeiro: Dialogarts, 2018. cap. 11, p. 14-26.

MARTELOTTA, Mário Eduardo (Org.). Manual de Linguística. 2. ed. São Paulo: Editora Contexto, 2008.

MARTINS, Christiane M.; VAZ, Cristhiane M.; SANTOS, Priscilla. Jogos didáticos no ensino de Português como Língua Estrangeira. Revista eletrônica da Associação de Professores de Português, n.1, 2010.

VOLÓCHINOV, Valentin N. Marxismo e filosofia da linguagem. Trad. Sheilla Grillo; Ekaterina Volkova Américo. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2018.

 

Publicado
20-10-2023
Como Citar
Barros, E. Ângela B. R. de, Carvalho, V. C. P. S. de, & Santos, L. C. S. (2023). O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA PARA ESTRANGEIROS (PLE): . @rquivo Brasileiro De Educação, 11(20), 150-168. https://doi.org/10.5752/P.2318-7344.2023v11n20p150-168