“Ser professor/a de português” no PRP:

discursos concorrentes à constituição de identidades docentes

  • David Christian de Oliveira Pereira Cesmac / PUC Minas
Palavras-chave: Formação docente, discursos, PRP, identidade(s)

Resumo

Este recorte de investigação de tese propõe apresentar quais discursos prévios concorrem para a construção das identidades docentes de dois graduandos em Letras-Português, inseridos no Programa Residência Pedagógica, tomando como referência o primeiro questionário estruturado aplicado no início da pesquisa. Situado no âmbito da Linguística do Discurso, este Estudo de Caso é de caráter qualitativo-interpretativista. Como vozes de sustentação deste trabalho, estão, por exemplo, Saviani (2005; 2009), Tardif (2014), Bauman (2005), Charaudeau e Maingueneau (2008), Hall (2014; 2019) e Foucault (2014). Identificamos, a partir da tessitura discursiva traçada, que as identidades dos estudantes e residentes pedagógicos vêm sendo (re)construídas ainda a passos lentos, com primazia por identidades estáticas em detrimento de identidades em movimento, mesmo estando esses sujeitos imersos em um Programa que se apresenta inovador em sua proposta prático-reflexiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

David Christian de Oliveira Pereira, Cesmac / PUC Minas

Centro Universitário Cesmac. Professor Titular III. Doutor e Pós-doutorando em Letras (PUC Minas).

Referências

AMBROSETTI, Neusa Banhara; RIBEIRO, Maria Tereza de Moura. A escola como espaço de trabalho e formação dos professores. In: CONGRESSO ESTADUAL PAULISTA SOBRE FORMAÇÃO DE EDUCADORES, 2005, São Paulo. Anais. São Paulo: Unesp, São Paulo.
APPIAH, Kwane Anthony. Identidade como problema. In.: SALLUM JR., Brasílio [et al] orgs. Identidades. São Paulo: Editora da USP, 2018.
ARAÚJO, Osmar Hélio Alves. “Nova” Política Nacional de Formação de Professores com residência pedagógica: para onde caminha o estágio supervisionado? Série-Estudos - Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da UCDB, Campo Grande, v. 24, n. 52, p. 253-273, set./dez. 2019.
BAKHTIN, Mikhail Mikhailovitch. Estética da criação verbal. 4.ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2003.
BORTONI-RICARDO, Stella Maris. O professor pesquisador: introdução à pesquisa qualitativa. São Paulo: Parábola Editorial, 2008.
BRANDÃO, Helena Hathsue Nagamine. Introdução à Análise do Discurso. 3.ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2012.
BRASIL. Portaria Gab. nº 38, de 28 de fevereiro de 2018. Institui o Programa Residência Pedagógica. Disponível em: 28022018-portaria-n-38-institui-rp-pdf (www.gov.br). Acesso em: 10, abr., 2022.
CORRÊA, Manoel Luiz Gonçalves. As perspectivas etnográfica e discursiva no ensino da escrita: o exemplo de textos de pré-universitários. Revista da ABRALIN, v. 10, n. 4, 31 dez. 2011.
FARIA, Juliana Batista. O naufrágio, o baile e a narrativa de uma pesquisa: experiências de formação de sujeitos em imersão docente. 2018. Tese. (Doutorado em Educação) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.
FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. 5ª edição. Ed. Trad. Roberto Machado. Rio de Janeiro: Graal, 1985.
FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Petrópolis: Vozes, 2010.
FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970. São Paulo: Editora Loyola, 2014.
FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Trad. Luiz Felipe Baeta Neves. 7. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014.
FREIRE. Relato. Maceió (Alagoas), 27 junho. 2021.
HALL, Stuart. Quem precisa da identidade? In. SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.). Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.
HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomás Tadeu da Silva, Guaraciara Lopes Louro. 12.ed. Rio de Janeiro: Lamparina Editora, 2019.
INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS. Projeto Institucional do Programa Residência Pedagógica do Curso de Licenciatura em Letras. 2020.
INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS. Subprojeto de Língua Portuguesa. Programa Residência Pedagógica. 2020.
KAUFMANN, Jean-Claude. A invenção de si: uma teoria da identidade. Lisboa: Instituto Piaget, 2005.
KLEIMAN, Angela Bustos. Processos identitários na formação profissional. O professor como agente de letramento. In: BOCH, Françoise; CORRÊA, Manoel Luiz Gonçalves Ensino de língua: representação e letramento. Campinas: Mercado de Letras, 2006. p. 75-92.
MARIA JOSÉ. Relato. Maceió (Alagoas), 27 junho. 2021.
MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Identidades Fragmentadas: a construção discursiva de raça, gênero e sexualidade em sala de aula. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2006.
NÓVOA, António. As Organizações Escolares em Análise. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1992.
NÓVOA, António. Professores: imagens do futuro presente. Lisboa: Educa, 2009.
ORLANDI, Eni Puccinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. 6. ed. Campinas, SP: Pontes, 2005.
PEREIRA, David Christian de Oliveira. O ensino-aprendizagem de gramática sob a ótica discente: um estudo de caso. Novas Edições Acadêmicas: Ilhas Maurício, 2018.
PIETRI, Émerson de; RODRIGUES, Lívia de Araújo Donnini; SANCHEZ, Hugo Santiago. A construção da identidade profissional de professores de língua portuguesa em formação inicial. Revista Brasileira de Educação, v. 24, p. 1-23, 2019.
PIMENTA, Selma Garrido. Formação de professores: saberes da docência e identidade do professor. Revista da Faculdade de Educação, USP, v. 1. n. 1, p.72-89, jul/dez.1996.
RIBEIRO, Pollyanne Bicalho. As representações como processo de significação do (futuro) professor de Língua Portuguesa. SCRIPTA, Belo Horizonte, v. 15, n. 28, p. 225-244. 2011.
RIBEIRO, Pollyanne Bicalho. O (futuro) professor de LP: múltiplos olhares, novos sentidos. ESTUDOS LINGUÍSTICOS, São Paulo, 42 (2): p. 824-837, maio-ago. 2013.
TARDIF, Maurice. Saberes Docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.
VOLÓCHINOV, Valentin Nikoláievitch. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. São Paulo: Editora 34, 2017.
WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: SILVA, Tomaz Tadeu da (Org.) Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.
Publicado
21-12-2023
Como Citar
Pereira, D. C. de O. (2023). “Ser professor/a de português” no PRP:. Scripta, 27(60), 467-497. https://doi.org/10.5752/P.2358-3428.2023v27n60p467-497