GRUPO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS (GEAB): REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

Palavras-chave: Educação; Ensino Superior; Geab; Relações Étnico-raciais; PUC-MG.

Resumo

Neste artigo, são apresentadas reflexões a partir de experiências no Grupo de Estudos Afro-brasileiros (Geab), vinculado ao Núcleo de Inclusão Racial (NIR), da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Esse grupo consistia-se como referência no estudo e na produção de conhecimento científico acerca da realidade racial; em auxiliar a universidade acerca dessa temática. Dessa maneira, o estudo apoia-se na abordagem qualitativa documental e na base teórica interdisciplinar. Ao analisar as experiências do Geab, conclui-se que esse grupo corroborou significativamente no debate acerca das relações étnico-raciais, em especial, sobre o racismo e as cotas raciais – temas efervescentes naquele contexto –, e possibilitou que vários/as discentes pudessem se reconhecer e se afirmar negros/as e tivessem o entendimento, a fundamentação teórica e o posicionamento crítico acerca dessas questões.

Biografia do Autor

Daniel Péricles Arruda, Unifesp

Daniel Péricles Arruda é docente da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), campus Baixada Santista, vinculado ao curso de graduação em Serviço Social e ao Departamento de Saúde, Educação e Sociedade e é coordenador do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Vivências Artísticas, Culturais e Periféricas. É graduado em Serviço Social pela PUC Minas, mestre (bolsista do Ford Foundation International Fellowships Program, turma 2010) e doutor em Serviço Social pela PUC-SP, pós-doutor em Psicologia Social pela PUC-SP, em formação em psicanálise pelo Instituto Langage, e aluno do 2º ano do curso de aprimoramento Clínica Psicanalítica: Conflito e Sintoma, do Instituto Sedes Sapientiae. É arte-educador, rapper e poeta conhecido como Vulgo Elemento.

Publicado
15-04-2021
Como Citar
Arruda, D. P. (2021). GRUPO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS (GEAB): REFLEXÕES SOBRE A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS. @rquivo Brasileiro De Educação, 9(18), 3 - 18. https://doi.org/10.5752/P.2318-7344.2021v9n18p3 - 18