Brasil, um país provedor de paz

  • Celso Amorim Ministro da Defesa da República Federativa do Brasil
Palavras-chave: Multipolaridade, Multilateralismo, Conflito, Defesa, Paz

Resumo

Este artigo apresenta a política de defesa do Brasil como parte de uma Grande Estratégia de inserção internacional, compreendida como a coordenação das ações do Estado com o propósito de prover a paz. Isso significa que o Brasil deseja contribuir ativamente para que a ordem internacional evolua em um sentido que seja conducente à paz. Para isso a política defesa adota tanto uma estratégia de dissuasão, quanto uma estratégia de cooperação. Política externa e política de defesa se complementam nessa tarefa, seja no entorno estratégico do Brasil, seja, mais amplamente, no sistema internacional. O texto apresenta as linhas de força da segurança internacional no mundo contemporâneo, analisando-as em função de três dicotomias: unipolaridade e multipolaridade, unilateralismo e multilateralismo e cooperação e conflito. O artigo conclui com algumas reflexões acerca da segurança cibernética global e levanta a possibilidade de uma normatização internacional frente à possibilidade de ataques cibernéticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso Amorim, Ministro da Defesa da República Federativa do Brasil
Ministro da Defesa. Foi Ministrodas Relações Exteriores (1993-1994 e 2003-2010). Versões anteriores deste texto foram apresentadas em conferências na Escola Naval e no InstitutoRio Branco, em setembro de 2013
Publicado
03-12-2013
Como Citar
Amorim, C. (2013). Brasil, um país provedor de paz. Estudos Internacionais: Revista De relações Internacionais Da PUC Minas, 1(2), 127-138. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/estudosinternacionais/article/view/6309
Seção
Dossiê: Potências Emergentes