O Conflito entre Rússia e Geórgia: uma revisão histórica

  • Fabiano Mielniczuk PUC Rio
Palavras-chave: Conflito Rússia-Geórgia, Espaço da Antiga URSS, Segurança Internacional, Cáucaso

Resumo

O breve conflito entre Rússia e Geórgia, em agosto de 2008, trouxe à tona o problema dos Estados de fato que existem no território da antiga URSS apesar de suas soberanias não serem reconhecidas pela comunidade internacional. Todavia, uma das questões mais instigantes a respeito do conflito foi negligenciada pela maioria dos analistas: por que a Geórgia atacou a Ossétia do Sul, se todos os indícios indicavam que haveria reação da Rússia e inação dos Estados Unidos em relação a seu aliado do Cáucaso? O nacionalismo georgiano foi o fator que causou o erro de avaliação do governo Saakashvili, que ordenou o ataque aos Ossetas acreditando na impossibilidade de uma invasão russa como resposta, em uma região onde a presença de soldados russos é marcante. A omissão se deve ao fato de que reconhecer o nacionalismo georgiano como responsável pelo conflito implicaria reconhecer que o Ocidente também é responsável pela tragédia vivida no Cáucaso, tendo em vista que a reemergência do nacionalismo na Geórgia é resultado direto de medidas ocidentais. Além disso, tal reconhecimento iria de encontro à visão de que a Rússia deve ser vista como uma ameaça e, em decorrência, à retórica dos líderes ocidentais para justificarem os gastos militares envolvidos no processo de expansão da OTAN.

Biografia do Autor

Fabiano Mielniczuk, PUC Rio
Prof. Relações Internacionais doInstituto de Relações Internacionaisda PUC-Rio. Gostaria de agradecerao auxílio de Paula Maculan, BolsistaPIBIC-CNPq do projeto “O efeito dosataques terroristas de 11 de setembropara o relacionamento OTAN-Rússia”desenvolvido no âmbito do programade bolsas da PUC-Rio.
Como Citar
Mielniczuk, F. (1). O Conflito entre Rússia e Geórgia: uma revisão histórica. Estudos Internacionais: Revista De relações Internacionais Da PUC Minas, 1(2), 157-166. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/estudosinternacionais/article/view/6311
Seção
Dossiê: Potências Emergentes