A experiência indiana: crescimento predatório e manutenção da pobreza

  • Marcos Costa Lima Universidade Federal de Pernambuco
Palavras-chave: Índia, Dimensão colonial, India e os BRICS, Modernização, Pobreza, Crescimento predatório

Resumo

O artigo se divide em quatro partes. A primeira parte comenta aspectos da dimensão colonial e, no caso específico, de como Karl Marx percebeu o processo colonial a partir da India e da China. Em segundo lugar, busca articular as questões estruturais relativas à situação colonial, com uma perspectiva contemporânea da Índia, expressa por um pequeno e contundente livro sobre o País. Em terceiro lugar, são estabelecidos dados estatísticos comparativos entre os BRICS e a Índia em particular. Em quarto lugar, indicações de que a chamada “modernização” conservadora pelo qual passou o País nos últimos trinta e quatro anos, reproduz a pobreza e a violência contra os despossuídos, através de um modelo econômico predatório, concentrador de renda e inepto, enquanto combate à corrupção, que se torna larvar na Índia. Finalmente, algumas conclusões são estabelecidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcos Costa Lima, Universidade Federal de Pernambuco
Professor adjunto da , no Departamento de Ciência Política.
Como Citar
Costa Lima, M. (1). A experiência indiana: crescimento predatório e manutenção da pobreza. Estudos Internacionais: Revista De relações Internacionais Da PUC Minas, 1(2), 185-204. Recuperado de http://periodicos.pucminas.br/index.php/estudosinternacionais/article/view/6313
Seção
Dossiê: Potências Emergentes