O casamento de Jesus: enredo do Antigo Testamento na construção da narrativa de João 4 (The marriage of Jesus. Plot of the Old Testament in the construction of the narrative in John 4) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2010v8n19p130

Anderson de Oliveira Lima

Resumo


Neste artigo, nossa tarefa será estudar a estratégia literária usada na composição da narrativa do encontro de Jesus com a mulher samaritana, famosa passagem do quarto capítulo do evangelho de João. Defenderemos a hipótese de que o autor fez, para a construção desta narrativa sobre Jesus, uso de um enredo arquétipo, uma cena-padrão do Antigo Testamento que era usada todas as vezes que se pretendia contar uma história de casamento. Veremos os elementos que constituem tal enredo padrão e alguns exemplos textuais, para então analisar o evangelho de João demonstrando em detalhes como o evangelista manipulou este gênero literário popular para atingir seus próprios objetivos. Metodologicamente falando, é a análise narrativa ou narratologia que conduzirá nossas reflexões e análises exegéticas, mantendo o foco desta investigação sempre na figura do “leitor implícito” da narrativa bíblica, que é quem deveria surpreender-se ao notar que o texto conduzia Jesus ao próprio casamento, até uma reviravolta criativa do autor no final.

Palavras-chave: Exegese; Narratologia; Bíblia; Cristianismo Primitivo; Evangelho de João.

 

Abstract

In this article, our task will be study the literary strategy used in composition of the narrative of meeting among Jesus and the Samaritan woman, famous episode of fourth chapter of John’s Gospel. We’ll defending the hypothesis that the author made, for to construct this narrative about Jesus, use of a master-plot, a standard scene of the Old Testament that was used all times when someone wished to tell a marriage store. We’ll see the compositional elements of this standard plot and some textual examples, and then, we can to analyze the John’s Gospel and show how the evangelist manipulated the popular literary genre for reach your own objectives. Methodologically speaking, the narrative analysis (or narratology) going to drive our reflections and exegetical analysis, keeping the focus of this research always in “implicit reader” of biblical narrative, who would to feel the surprise through to see the text driving Jesus to the own marriage, until the creative author’s turnaround at the end.

Key words: Exegesis; Narratology; Bible; Primitive Christianity; John’s Gospel.


Palavras-chave


Exegese; Narratologia; Bíblia; Cristianismo Primitivo; Evangelho de João; Exegesis; Narratology; Bible; Primitive Christianity; John’s Gospel

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2010v8n19p130

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: