Expressões das experiências místicas: natureza e intensidade

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Soraya Cristina Dias Ferreira

Resumo

Esta comunicação faz parte de uma pesquisa doutoral que propõe analisar as expressões das experiências místicas revisitando o novo olhar que a Psicologia Analítica de Jung percorre ao amplificar o tema. Busca compreender a natureza e a intensidade dos fenômenos místicos que acontecem quando o humano se abre para experienciar os aspectos do numinoso em seu vir-a-ser, encontrando nas imagens primordiais - matrizes de comportamentos herdadas pelo humano - experiências mais fundantes, com tendências a repetições e/ou similaridades. Discute a relevância do processo de individuação que encontra na dialética dos opostos uma amplificação da consciência capaz de levá-lo à inteireza. Essa natureza compreendida e essa intensidade atingida com a ajuda dos símbolos vivos possibilitam ao humano ser partícipe de uma privilegiada coniunction (união dos opostos) que o ajuda a atingir um centro mais profundo, como se observa na vida de vários místicos da cultura oriental e ocidental.


  

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
FERREIRA, S. C. D. Expressões das experiências místicas: natureza e intensidade. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 17, n. 53, p. 1283, 31 ago. 2019.
Seção
Comunicações/Papers-Communications
Biografia do Autor

Soraya Cristina Dias Ferreira, PUC Minas

Doutoranda em Ciências da Religião pela PUC Minas com pesquisa financiada pela CAPES e PUC Minas; Mestra em Ciências da Religião e Especialista em Psicologia Analítica Junguiana pela PUC Minas. Psicóloga Clínica e professora. Essa comunicação foi apresentada em mesa redonda no VIII Encontro Integrado da Psicologia da PUC Minas. E-mail: sorayacdferreira@gmail.com