Bases temporais para o estudo histórico da Igreja católica do século XX

Rodrigo Coppe Caldeira

Resumo


Resumo

 

O Concílio Vaticano II causou, com seus textos finais, grande comoção no interior da Igreja católica. Perpassado por lutas internas e conflitos doutrinais e ideológicos, os padres conciliares produziram textos calcados em certo "compromisso de pluralismo contraditório". Tal "compromisso" despertou grandes questões para o magistério e para os católicos, já que uma hermenêutica "correta" dos textos era exigida com o passar do tempo. Dessa forma, no período denominado de "pós-concílio", a luta pelos significados de seus textos continuou e ainda hoje se faz sentir. Ao analisar os pontificados de João Paulo II e de Bento XVI, muitos historiadores e estudiosos tomam como marco de interpretação apenas o Vaticano II, ou seja, o que cada um deles foi e é em relação ao evento conciliar ou, muitas vezes, à imagem que fazem dele, esquecendo-se de que o próprio concílio encontra-se situado historicamente. Assim sendo, não enxergam nada mais que "reacionarismo" e "conservadorismo" de ambos os papas em relação ao concílio e seu pretenso "espírito". Interpretando-os dessa forma, assumem uma perspectiva temporal datada sobre a história da Igreja, correndo o risco de deixarem escapar a complexidade que marca o caminhar da Igreja no século XX.

 

Palavras-chave: Igreja católica; Concílio Vaticano II; Hermenêutica.

 

Abstract

 

Vatican Council II has caused, with its final texts, a great commotion in the Catholic Church. With their internal fights, as well as doctrinal and ideological conflicts, the Council fathers have produced texts based on certain "contradictory pluralism commitment". Such "commitment" has raised huge questions for the teaching profession and for the Catholics, based on the fact that a "correct" text hermeneutics was required as time went by. Therefore, in the "post-Council" period, a fight for the meaning of the texts remained and is still felt today. Analyzing John Paul II's and Benedict XVI's pontificates, many historians and scholars take as an interpretation landmark only Vatican II, in other words, what each one was (and still is) in relation to the Council event, or often to the image made of it, forgetting that the Council itself is historically situated. Thus, they do not see anything else besides both popes' "reactionary" and "conservative" outlook concerning the Council and its alleged "spirit". With that interpretation, they assume a dated temporal perspective of Church history, running the risk of missing the complexity that sets the way for the 20that interpretation, they assume a dated temporal perspective of Church history, running the risk of missing the complexity that sets the way for the 20th-century Church.

 

Key words: Catholic Church; Vatican Council II; Hermeneutics.


Palavras-chave


Igreja católica; Concílio Vaticano II; Hermenêutica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: