Teoria do Design Inteligente: teoria científica ou discurso religioso? Apontamentos sobre uma controvérsia atual (Intelligent Design: scientific theory or religious discourse? Remarks about an actual controversy) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n30p709

  • Roney Seixas Andrade Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
  • Wilmar do Valle Barbosa Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Palavras-chave: Religião. Ciência. Criacionismo. Design Inteligente. Religion. Science. Creationism. Intelligent Design

Resumo

Este artigo tem com pano de fundo a controvérsia entre criacionismo e evolucionismo que ainda captura a imaginação de amplos segmentos religiosamente orientados, sobretudo nos Estados Unidos. Aqui destacamos as proposições elaboradas pela chamada Teoria do Design Inteligente (TDI). Essa teoria, que se apresenta como científica e desprovida de qualquer compromisso religioso, propõe demonstrar empiricamente que a complexidade observada na natureza, no universo e na vida, é resultante de um design genuíno, ou seja, produto de uma inteligência organizadora, e não produto de processos puramente materiais e aleatórios, isto é, decorrentes do acaso, ou da seleção natural, tal como sugere o darwinismo. Neste artigo trataremos da emergência da Teoria do Design Inteligente e de seus principais argumentos, tal como elaborados por seus proponentes, estudados pelos seus analistas e confrontados pelos seus críticos, a fim de verificar se ela é considerada teoria científica ou uma variante mais sofisticada e atual do criacionismo cristão.

Palavras-chave: Religião; Ciência; Criacionismo; Design Inteligente.

 

Abstract

This article has as a backdrop the controversy between creationism and evolutionism that still captures the imagination of large religious segments, especially in the USA. This text highlights the propositions drawn up by the so called Intelligent Design Theory. Such theory, which is presented as scientific and devoid of any religious commitment aims to demonstrate empirically that the complexity observed in nature, in the universe and in the life, is a the result of a genuine design. In this sense, it would be a product of an organizing intelligence and not a product of purely material and random processes resulting from chance, or from natural selection, as suggested by Darwinism. In this article, we will deal with the emergence of Intelligent Design and its main arguments, such as elaborated by its proponents, studied by its analysts and confronted by critics, to verify if it is considered a scientific theory or a more sophisticated variant of Christian creationism.

Key-words: Religion; Science; Creationism; Intelligent Design.

 

Biografia do Autor

Roney Seixas Andrade, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Mestre e Doutorando em Ciência da Religião - Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Juiz de Fora.

Pesquisador Bolsista - CAPES.

Wilmar do Valle Barbosa, Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)
Professor-associado do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião (PPCIR) do Instituto de Ciências Humanas da Universidade Federal de Juiz de Fora
Publicado
29-06-2013
Como Citar
ANDRADE, R. S.; BARBOSA, W. DO V. Teoria do Design Inteligente: teoria científica ou discurso religioso? Apontamentos sobre uma controvérsia atual (Intelligent Design: scientific theory or religious discourse? Remarks about an actual controversy) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2013v11n30p709. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 11, n. 30, p. 709-736, 29 jun. 2013.
Seção
Artigos/Articles: Temática Livre/Free subject