Teologia Feminista: perspectivas, suspeitas e proposições

A produção teológica das mulheres se desenvolveu de forma diversificada e tem “amplo” alcance na Teologia; ou ao menos promete essa realização, quando pelas exigências contextuais são conquistados avanços na sistematização teológica. Novas teólogas se formam e se juntam a essa rede que se entrelaça e fortalece na medida em que se constrói e apresenta a maneira feminina de pensar Deus, a Escritura, a Tradição, a Igreja e suas questões, a religiosidade e a antropologia. Entretanto, de tempos em tempos, faz-se necessário fazer memória do caminho e das questões que nos trouxeram até aqui e precisam ser sempre repensadas e reelaboradas para o presente e o futuro mais promissores às mulheres que refletem a fé e suas dimensões. Assim sendo, o dossiê “Teologia Feminista: perspectivas, suspeitas e proposições” é um convite para a retomada da história, dos temas e das personagens sempre atuais relacionados à Teologia Feminista. A temática girará em torno do eterno feminino, dos feminismos e das masculinidades. Objetiva oportunizar trabalhos que indiquem a pluralidade das teorias e realidades das mulheres teólogas que corroboram na reflexão das teologias: feminista negra, indígena latino-americana, queer e ecofeminista. Este dossiê nasce da formação recente da Rede Brasileira de Teólogas, que, a princípio, conta uma média de noventa teólogas que atuam em diversas áreas. A Rede, que é ecumênica, tem como principal objetivo fazer conhecidas as teólogas brasileiras que muito contribuem para a formação e o desenvolvimento teológico no Brasil.

Este dossiê é um número exclusivo para publicação de mulheres.

Prazos:

Set./Dez. 2025 – Vol. 23, n°. 72 - Submissão até 31 de Julho de 2025

Proponentes: