Por que o panorama religioso no Brasil mudou tanto?

  • Alberto Antoniazzi
Palavras-chave: Religião, Diversidade religiosa, Panorama religioso brasileiro, Censo 2000, Igreja católica

Resumo

Entre 1991 e 2000, a porcentagem de católicos caiu de 83,3% para 73,9%, a dos evangélicos cresceu de 9% para 15,6% e a dos “sem religião” subiu de 4,7% para 7,4%. Como entender essas mudanças? Qual a responsabilidade da Igreja católica? O artigo apresenta, primeiramente, a visão sobre a diversidade religiosa, as mudanças ocorridas nas últimas décadas. Discute a seguir sobre a “Força e fraqueza da presença católica”, construindo um “mapa do catolicismo”. O terceiro enfoque reflete sobre as causas desse “enfraquecimento”, especialmente, os movimentos migratórios da população brasileira e os problemas da resposta da Igreja para acompanhar essa mudança, tanto nas “novas frentes migratórias” quanto nas periferias dos grandes centros. Deixando o campo católico, analisa-se a diversidade das igrejas evangélicas ou os protestantes tradicionais e depois a “expansão pentecostal”, em sua enorme diversidade, com destaque ao neopentecostalismo e seu profissionalismo empresarial. Finalmente, aborda-se o fenômeno das “outras religiões” e o crescimento dos “sem-religião”.

Palabras clave: Religião; Diversidade religiosa; Panorama religioso brasileiro; Censo 2000; Igreja católica.
ABSTRACT

Between 1991 and 2000, the percentage of catholics dropped from 83,3% to 73,9%, that o the evangelicalsgrew from 9% to 15,6%, and that of people ‘without a religion’ rose from 4,7% to 7,4%. How can we understand those changes? How far is the Catholic church responsible? This article starts with a view of religious diversity and the changes that took place in the last decades. It then goes on to discuss the ‘power and weakness of the Catholic presence’, drawing a ‘map of Catholicism’. O terceiro The third part focuses on the causes of that ‘weakening’, mainly the migratory flows of the Brazilian population and the problems of the church response to those changes, in the ‘new migratory fronts’ as well as in the periphery of big urban centres. Beyond the Catholic scope, it analyses the diversity of evangelical churches r traditional protestants, and then ‘pentecostal expansion’, in its enormous diversity, with emphasis on neopentecostalism and its entrepreneurial professionalism. Finally, it considers the phenomenon of ‘other religions’ and the growing number of those ‘without a religion’.

Key words: Religion; Religious diversity; Brazilian religious panorama; 2000 Census; Catholic Church.

Publicado
30-11-2004
Como Citar
ANTONIAZZI, A. Por que o panorama religioso no Brasil mudou tanto?. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 3, n. 5, p. 13-39, 30 nov. 2004.
Seção
Artigos/Articles