A sacralidade invisível do mercado

Main Article Content

Pedro Assis Ribeiro de Oliveira

Resumo

Este artigo tem por objeto o estudo do lugar da religião nas sociedades de mercado. Para isso coloca em questão o conceito de religião como a expressão de fé em entes transcendentes ou sobrenaturais, porque ele se aplica bem a religiões deístas como o cristianismo, mas deixa em segundo plano o fundamento mesmo do fenômeno religioso: a sacralidade. Recuperando a teoria de Durkheim, este artigo parte da hipótese de que a sacralidade é fundamental também nas sociedades de mercado. Abandonando o conceito de religião derivado da fé, propõe uma explicação sociológica da religião nas contemporâneas sociedades de mercado por sua sacralidade. A argumentação é organizada em cinco passos: (1) o “crepúsculo dos grandes deuses” nas sociedades de mercado, (2) a crítica ao conceito de religião relacionada a fé, (3) o resgate da contribuição de Durkheim para o estudo da religião como fato social (4) o fetichismo da mercadoria como base da sacralidade do mercado (5) o lugar das atuais religiões nas sociedades de mercado.

Article Details

Como Citar
OLIVEIRA, P. A. R. DE. A sacralidade invisível do mercado. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 12, n. 34, p. 316-338, 26 jun. 2014.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Pedro Assis Ribeiro de Oliveira, Iser-Assessoria

Doutor em Sociologia (Louvaina, Bélgica), ex-professor do Programa de Pós-graduação em Ciências da Religião da PUC Minas, pesquisador do ISER-Assessoria.