Um outro olhar sobre a comunicação pública: a constituição discursiva de sujeitos políticos no âmbito das organizações

  • Ângela Marques
  • Rennan Mafra
  • Luis Mauro Sá Martino

Resumo

Este texto evidencia que a abordagem da comunicação pública legitimada na configuração de uma esfera pública movida pela ação comunicativa, e fundamentada em um tipo específico de troca argumentativa reflexiva e recíproca, apresenta fragilidades e pontos polêmicos já identificados nos trabalhos de Habermas, filósofo que desenvolveu a noção. Compreendermos a comunicação pública como processo que não se restringe às negociações entre organizações, instituições, setores públicos e sociedade civil, mas que abrange também tensões, conflitos, embates e dissenso que atravessam as interações que constituem discursivamente sujeitos políticos nos cenários organizacionais. Nesse sentido, mais do que configurar cenários dialógicos voltados ao entendimento mútuo, a comunicação pública se constitui, nos contextos das organizações, como âmbito do dissenso, de conflitos morais que alimentam o gesto de expressão dos falseamentos e das ideologias, das hostilidades e assimetrias, das situações de assédio e de desrespeito.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-05-2017
Seção
ARTIGOS