O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB)
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço 1,5 e usa uma fonte de 12 pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, como anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores.
  • A identificação de autoria do trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, no sistemadouble blind review (duplo cego) de avaliação por pares, conforme instruções disponíveis em Assegurando a Avaliação Cega por Pares.
  • O texto foi submetido a uma das seções da revista, sendo que no caso de ARTIGOS, foi realizada a opção entre DOSSIÊ ou TEMÁTICA LIVRE.
  • O trabalho submetido não se utilizou de pesquisa com seres humanos ou, se ela foi realizada e utilizada, seguindo-se o que determina a Resolução do Conselho Nacional de Saúde (CNS 196/96 -http://www.datasus.gov.br/conselho/resol96/RES19696.htm), houve aprovação da referida pesquisa pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Instituição do (s) autor (es), ou onde ela foi realizada, que segue em anexo a esta submissão, bem como foram coletados os Termos de Consentimento Livre e Esclarecido – TCLE, em posse do (s) autor (es) ou responsável pela pesquisa e/ou da Instituição, e que estão disponíveis à consulta e verificação. A PUC Minas tem Comitê que regula esse processo de pesquisa: cf. o link:http://www.pucminas.br/pesquisa/index_padrao.php?pagina=237
  • Declaro conhecer a norma de Estudos Internacionais que os trabalhos em co-autoria representam efetiva participação dos autores na sua produção e que a simples orientação de trabalho realizada por docente não garante e representa a co-autoria do texto.

Diretrizes para Autores

Estudos Internacionais

Orientações Gerais

Não há cobrança pelo processo de avaliação, editoração e publicação dos artigos.

Os textos devem ser submetidos na página eletrônica da revista após o cadastro como autor, http://periodicos.pucminas.br/index.php/estudosinternacionais/about/submissions#onlineSubmissions seguindo-se os passos de submissão. Em caso de alguma dificuldade, enviar o trabalho pelo e-mail estudosinternacionais@gmail.com).

Doutorado é a titulação mínima exigida para os/as autores/as. Excepcionalmente serão aceitas colaborações enviadas por doutorandos/as.
 
Estudos Internacionais publica artigos acadêmicos inéditos da área de Relações Internacionais, resenhas de livros e entrevistas. Além disso, a Revista poderá publicar volumes especiais no formato dossiê, como forma de aprofundar o diálogo na área, seja enfocando numa região específica ou numa temática de relevância global.

Os textos devem ser digitados em Word, tamanho Carta (21,59 x 27,94 mm), orientação “retrato”, fonte 12, Times New Roman, em espaço 1,5. As citações com mais de 3 linhas devem ter recuo em 4cm, fonte 10, espaço entre linhas simples. Na editoração os textos terão diagramação no padrão gráfico da revista. Tabelas, gráficos e desenhos não podem ocupar mais de 25% do total do texto, devendo ser numerados com algarismos arábicos.

Os artigos devem ser inéditos e podem ser escritos em português, inglês ou espanhol. Devem conter em torno de 40 a 60 mil caracteres, incluindo espaços e notas de rodapé. Textos maiores poderão ser autorizados, a partir da avaliação da Comissão Editorial, e o registro dessa solicitação deverá ser feito como observação na submissão. 

O título do artigo, seu resumo e as palavras chave devem ser apresentadas em Português, Espanhol e Inglês

O Conselho Editorial e as Editorias reservam-se o direito, em pré-avaliação, de apontar correções e complementações necessárias nos trabalhos recebidos, devolvendo-os aos autores para sua devida adequação às normas da Estudos Internacionais. Depois do check list, da pré-avaliação de membro da Comissão Editorial, se aprovados, os textos seguem para avaliadores externos.

No caso de se apontar, na pré-avaliação, para a reclassificação, os autores serão notificados e deverão se manifestar sobre a aceitação ou recusa dessa indicação. Artigos submetidos e não aprovados poderão ser reavaliados a partir dos pareceres e da Comissão Editorial. 

Os elementos de apresentação da autoria (última titulação, resumo da biografia, filiação institucional, e-mail, endereço para correspondência com o país), serão informados nos metadados, no processo de submissão.  Solicita-se que, antes de transferir o trabalho, sejam retirados os dados de identificação do (s) autor (es), bem como sejam apagadas as identificações em “Arquivo/Propriedades/Resumo” do Word, de forma que a avaliação seja cega (sistema de duplo cego ou Double Blind Review).

Fases do Processo de Avaliação

1. Triagem Inicial (período médio: 15 dias):

Nesta fase, a equipe editorial avalia se o texto segue as normas editoriais e de apresentação, se apresenta plágio e se adequa ou não ao escopo de Estudos Internacionais.

Para detectar plágio se utiliza o software Copy Spider. A Equipe Editorial reserva para si o direito de não prosseguir com a avaliação de artigos que aprensentem índice de semelhança superior aos 7%.

Caso a submissão seja rejeitada em triagem, será enviado um e-mail explicitando os motivos para rejeição. 

2. Avaliação dupla cega por pares (período médio: 45 dias):

Uma vez tendo estabelecido que o manuscrito cumpre os requisitos formais e substanciais, o texto é enviado para dois pareceristas (ad hoc), especialistas na área de atuação da revista, que determinarão de forma anônima: a) Aceitar; b) Correções Obrigatórias; c) Nova submissão; d) Rejeitar. Em média, 80% de nossos pareceristas são exteriores ao Departamento de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas).

Em caso de divergência entre os pareceristas o artigo será encaminhado para um terceiro avaliador. O resultado final do processo de avaliação será encaminhado por e-mail aos autores. 

Caso o resultado da avaliação seja "correções obrigatórias", os autores terão 15 (quinze) dias para realizar as modificações e o cumprimento das determinações demandadas será julgado pela equipe editorial.

Caso o resultado da avaliação seja "nova submissão", os autores terão 1 (um) mês para realizar as modificações e em seguida os manuscritos revisados serão reenviados aos pareceristas.

O formulário de avaliação utilizado é público e está disponível aqui.
 
3. Editoração e Diagramação:

Quando o manuscrito é aceito, inicia-se o processo de editoração e diagramação.

Aqui são realizadas as últimas modificações formais no texto, sendo observados potenciais erros de digitação e de ABNT. Pedimos colaboração por parte dos autores na correção dos erros indicados pela equipe editorial que serão, quando apropriado, encaminhados por e-mail. Quando prontos, os artigos são enviados para diagramação externa para que sejam de fato preparados para publicação.

Taxas de Rejeição

Taxa de rejeição em triagem (2018): 58.5%
 
Taxa de rejeição em avaliação dupla cega por pares (2018): 19%
 
Taxa de rejeição total (2018): 66.3%

Artigos

Exigências para os textos submetidos como Artigos:

Resumo

Os artigos devem vir acompanhados de um resumo trilíngue (português/ inglês/ espanhol), de mesmo teor, apresentando com clareza e concisão:

  • o tema do trabalho
  • os objetivos
  • a metodologia utilizada
  • as conclusões.

Exige-se que o resumo tenha necessariamente entre 150 e 200 palavras.

Palavras-chave

Em número máximo de 05, indicam o conteúdo do artigo e devem ser escolhidas, preferencialmente, em catálogo de vocabulário controlado, se houver tesauro na área do tema.  Devem ser separadas por ponto e vírgula.  O título e as palavras-chave também deverão ser apresentados em português, inglês e espanhol.  

Resenhas

Só serão aceitas resenhas individuais escritas por autor com título minimo de Mestre e que demonstra ter experiência profissional/acadêmica no objeto tratado na obra a ser resenhada.
 
As resenhas devem conter entre 2500 e 3000 palavras e seguir o padrão de normalização padrão da revista Estudos Internacionais. Devem ter caráter crítico e analítico e não poderão simplesmente descrever o conteúdo do livro. Os autores são encorajados a dar sua opinião positiva, negativa ou mista sobre o livro e referenciar como a obra se posiciona e contribui para o campo das Relações Internacionais.
 
As resenhas de livros devem apresentar: nome do autor do livro (e tradutor, se relevante), título, cidade, editora, ano da publicação, número de páginas e título do livro traduzido para o inglês.  Os elementos de identificação do autor da resenha serão registrados nos metadados, na submissão: filiação institucional, resumo da biografia e titulação máxima, e-mail, endereço para correspondência.
 
As resenhas passam por todo o processo de triagem e revisão às cegas e a decisão final de publicação cabe ao editor. 


NORMALIZAÇÃO em ESTUDOS INTERNACIONAIS (Referências bibliográficas)

Trechos ou informações retiradas das publicações consultadas são introduzidos no texto com o propósito de esclarecer ou completar as idéias do autor.

  • Citação livre: quando se reproduzem as idéias, sem transcrever as palavras do autor. Exemplo: Como lembra Teixeira (2005, p. 30) o diálogo inter-religioso é fundamental para o mundo atual.
  • Citação textual: transcrição literal de textos de outros autores.Exemplo: A realidade religiosa brasileira revela-se plural, um “pluralismo de tipo peculiar, que o caráter regulador do catolicismo não conseguiu disfarçar.” (SANCHIS, 1997, p. 38).

Se a citação ocupar um espaço maior que três linhas, deve ser destacada do texto, recuada em 4 cm, fonte 10, Times New Roman, em espaço entrelinhas simples, terminando com a margem direita do texto, sem aspas com a mesma referência acima (SANCHIS, 1997, p. 38).

Referências bibliográficas  (passam-se a chamar apenas Referências)

As referências devem ser dispostas em ordem alfabética pelo SOBRENOME do primeiro autor, no final do artigo e seguir as normas da ABNT e PUC Minas/Horizonte, como nos exemplos:

  • Livros - LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. Metodologia do trabalho científico. 2. ed. São Paulo: Atlas, 1986.
  • Capítulos de livros - JOHNSON, W. Palavras e não palavras. In: STEINBERG, C. S. Meios de comunicação de massa. São Paulo: Cultrix, 1972. Cap. 3, p. 47-66.
  • Dissertações e teses - BITENCOURT, C. M. F. Pátria, civilização e trabalho. O ensino nas escolas paulistas (1917-1939). São Paulo, 1988. 180 f. Dissertação (Mestrado em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo.
  • Artigos em periódicos - FLEMES, D. de. O Brasil na iniciativa BRIC: soft balancing numa ordem global em mudança?. Revista Brasileira de Política Internacional, Brasília, v. 53, n. 1, p. 141-156, 2010.                         WERNECK, Humberto. Dona Chiquita: as primeiras estórias de Guimarães Rosa. Minas Gerais, Belo Horizonte, 23 nov. 1968. Suplemento Literário, p. 3.
  • Documentos eletrônicos -SILVA, I. Pena de morte para o nascituro. O Estado de S.Paulo, São Paulo, 19 set. 1998. Disponível em: <http://www.providafamilia.org/pena_morte_nascituro.htm>. Acesso em 29 set. 1998.

 

Obs. NÃO USAR traços ( ____. ) para SOBRENOMES repetidos. REPETIR o sobrenome.

Ex.                                                                                                                                                     BOFF, Leonardo. A águia e galinha. Petrópolis: Vozes, 1998.

BOFF, Leonardo. Saber cuidar. Petrópolis: Vozes, 2000.

Outros tipos de referência ou qualquer dúvida quanto ao PADRÃO PUC-MINAS DE NORMALIZAÇÃO da ABNT consultar:

http://portal.pucminas.br/imagedb/documento/DOC_DSC_NOME_ARQUI20160217102425.pdf 

 

 

Artigo Destaque

Artigos de destaque apresentados em congressos nacionais ou internacionais, publicados após passar pelo sistema de avaliação padrão do periódico.

Artigos

Política padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.