A dimensão teológico-cristã da pessoa humana

  • Renato Alves de Oliveira PUC Minas
Palavras-chave: Deus, pessoa humana, mistério, valor, dignidade, respeito, liberdade

Resumo

O objetivo deste artigo é demonstrar que a pessoa humana é uma grandeza ontológica que tem um fundamento divino. O ser da pessoa está edificado no ser de Deus. A origem do conceito de "pessoa" deu-se em solo teológico-cristão, no contexto das discussões cristológico-trinitárias no século IV. No ocidente, sua trajetória histórica tem um viés filosófico-teológico, oscilando entre um substancialismo sem relação até um relacionalismo sem substancialidade. A dimensão teológica da pessoa está em sua condição de imagem de Deus e de criatura chamada à existência por Deus, segundo a tradição judaica e cristã. Como criatura que recebe a sua existência como um dom, a pessoa está orientada para Deus. Entre Deus e a pessoa há uma relação interpessoal, um tu-a-tu. Em virtude de seu fundamento transcendente, a pessoa tem um primado onto-axiológico sobre as demais criaturas. A pessoa é detentora de um valor absoluto e não pode ser instrumentalizada em função do estado, do mercado e nem da religião. Esta pessoa é uma magnitude indefinível e mistérica, assim como o é o Deus que a criou. A pessoa é um reflexo do mistério de Deus. Todo amor, respeito e veneração prestados a Deus, também devem ser devotados à sua imagem, a pessoa humana.

Biografia do Autor

Renato Alves de Oliveira, PUC Minas
Professor Adjunto do Departamento de Teologia da PUC Minas. Pesquisador, no campo teológico, nas áreas de antropologia teológica e escatologia. Também sou pesquisador do tema da morte humana, nos planos filosófico, teológico e cultural. Participo de um grupo de pesquisa, Teologia e Contemporaneidade, na PUC Minas.
Publicado
2016-06-30
Como Citar
OLIVEIRA, R. A. DE. A dimensão teológico-cristã da pessoa humana. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 14, n. 42, p. 557-605, 30 jun. 2016.
Seção
Artigos/Articles: Temática Livre/Free subject