Teologia Política em Martinho Lutero

Wanderley Pereira da Rosa

Resumo


O texto Teologia Política em Martinho Lutero pretende apresentar a ética política luterana com base nos principais tratados do reformador alemão a esse respeito. Recorreremos também a especialistas e historiadores do pensamento luterano que o interpretam sob diferentes pontos de vista para fundamentarmos nossa posição. Identificaremos nos textos de Martinho Lutero, em primeiro lugar, um claro ataque à autoridade papal e da Cúria, e suas pretensões de soberania universal sobre todas as instâncias da vida. Demonstrar-se-á que Martinho Lutero parte desse duro ataque à autoridade papal e uma defesa intransigente da obediência à autoridade secular em seus primeiros anos, para uma posição distinta dessa. Esse primeiro posicionamento de Lutero era resultado de sua interpretação da Bíblia, especialmente de textos do Novo Testamento, como, por exemplo, Romanos 13 e Mateus 22:21. Em seu período mais maduro, Lutero passa a fazer uma defesa da resistência pacífica à autoridade injusta e daí, à resistência armada contra o tirano, quando este ameaçar a fé cristã. 


Palavras-chave


Martinho Lutero; Teologia Pública; Pensamento Social e Político; Teoria Política.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2016v14n44p1210

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: