Bater ou não bater nas crianças? Análise a partir dos Provérbios bíblicos

Main Article Content

Valmor da Silva

Resumo

O artigo propõe uma análise crítica sobre o significado da recomendação do uso da vara na educação das crianças, em cinco ditos do livro bíblico de Provérbios (Pr 13,24; 22,15; 23;13.14; 29,15). O objetivo é analisar, com auxílio da exegese, os provérbios em seu contexto literário, histórico e cultural; e interpretá-los hermeneuticamente para a realidade atual, com a proibição de bater em crianças. Com os pressupostos do método da exegese histórico-crítica, faz-se a análise do primeiro dito, que afirma textualmente: “Quem poupa a vara odeia seu filho, mas quem o ama aplica a disciplina” (Pr 13,24). Segundo esse modelo de análise, são comentados os outros quatro provérbios. A recomendação do uso da vara, na Bíblia, visa a disciplina, para formar pessoas justas, conforme o projeto sapiencial, ilustrado no contexto literário de Pr 13, que fazia parte da metodologia comum ao Antigo Oriente Médio, como ilustram diversas citações paralelas. Entretanto, esse método disciplinar passou por aplicações mais rigoristas ao longo da história, para ser radicalmente revisto na moderna pedagogia. Conclui-se que a interpretação dessa prática antiga, para o mundo atual, exige hermenêutica apropriada, com a devida aplicação, conforme outras instruções recomendadas pela Bíblia, tais como apedrejar criminosos, não tocar cadáver e praticar a poligamia.

Article Details

Como Citar
SILVA, V. DA. Bater ou não bater nas crianças? Análise a partir dos Provérbios bíblicos. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 18, n. 55, p. 301, 30 abr. 2020.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Valmor da Silva, PUC Goiás

Mestre em Teologia e em Exegese Bíblica. Doutor em Ciências da Religião. Pós Doc em Teologia. Professor Titular de Teologia e Ciências da Religião da PUC Goiás.

Referências

ALONSO SCHÖKEL, Luis. Dicionário bíblico hebraico-português. São Paulo: Paulus, 2004.
ALONSO SCHÖKEL, Luis; VÍLCHEZ LÍNDEZ, José. Provérbios. Madrid: Cristiandad, 1984.
BÍBLIA DE JERUSALÉM. GORGULHO, Gilberto da Silva; STORNIOLO, Ivo; ANDERSON, Ana Flora Anderson (coord.). São Paulo: Paulus, 2002.
Bíblia do Peregrino. ALONSO SCHÖKEL, Luís (ed.). São Paulo: Paulus, 2002.
Bíblia Sagrada Almeida. Tradução de João Ferreira de Almeida. Revista e atualizada. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1993.
Bíblia Tradução Ecumênica. KONINGS, Johan (ed.). São Paulo: Loyola, 1994.
CLIFFORD, Richard J. Proverbs: a commentary. Louisville: Westminster John Knox Press, 1999. (The Old Testament Library).
Colóquio paremiologia. 12º Colóquio Interdisciplinar sobre Provérbios 2018. Disponível em: www.colloquium-proverbs.org. Acesso em: 10 jan. 2019.
CRB (Conferência dos Religiosos do Brasil). Sabedoria e poesia do povo de Deus. São Paulo: CRB; Loyola, 1993. (Tua Palavra é Vida, 4).
D’HAMONVILLE, David-Marc. La Bible d´Alexandrie LXX: Les Proverbes. Paris: Cerf, 2000. 17 v.
DOBBERAHN, Friedrich Erich. Educação bancária ou libertadora? Educação e pedagogia no Antigo Testamento. São Leopoldo: EST, 1991.
FOX, Michael V. Proverbs 10-31. London: Yale, 2009. (The Anchor Bible, 18B).
FOX, Michael V. Proverbs 1-9. London: Yale, 2006. (The Anchor Bible, 18A).
GARMUS, Ludovico. Educação dos filhos nos livros sapienciais. Estudos Bíblicos, Petrópolis, n. 85, p. 30-43, 2005.
HESKETT, Randall J. Proverbs 23:13-14. Interpretation, Richmond, v. 55, n. 2, p. 182-184. april. 2001.
KETTERER, Eliane; REMAUD, Michel. O midraxe. São Paulo: Paulus, 1996 (Documentos do Mundo da Bíblia, 9).
KIDNER, Derek. Provérbios. Introdução e comentário. São Paulo: Vida Nova, 1982.
KIRST, Nelson et al. Dicionário Hebraico-Português & Aramaico-Português. São Leopoldo; Petrópolis: Sinodal; Vozes, 1989.
KITTEL, Rudolf (ed.). Biblia Hebraica Stuttgartensia. Editio quarta emendata opera H. P. Rüger. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 1997.
Lei da Palmada. Lei 13.010/2014. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2014/Lei/L13010.htm. Acesso em: 04 jan. 2019.
MORLA ASENSIO, Víctor. Proverbios. Urduliz: Desclée De Brouwer, 2011.
MOSS, Alan. Proverbs. Sheffield: Sheffield Phoenix Press, 2015.
PERDUE, Leo G. Proverbi. Torino: Claudiana, 2011.
PERRY, Theodore Anthony. Wisdom Literature and the Structure of Proverbs. Pennsylvania: The Pennsylvania State University, 1993.
RIVALCIR, Liberato. Provérbios, filhos. Sem local: sem data. Disponível em: http://www.rivalcir.com.br/proverbios/filhos.html. Acesso em: 02 jan. 2019.
SAEBO, Magne. Ysr, corregir, castigar. In : JENNI, E.; WESTERMANN, C. (ed.). Diccionario Teológico Manual del Antiguo Testamento. Madrid: Cristiandad, 1978. v. 1, col. 1016-1021.
SILVA, Sandro Pontes. Sabedoria para aprender e ensinar: estudo no livro de Provérbios sobre os conceitos de educação dos filhos. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goiânia, 2013. Disponível em: http://tede2.pucgoias.edu.br:8080/handle/tede/861. Acesso em: 02 de janeiro de 2019.
SILVA, Valmor da. O caminho da justiça na sabedoria dos provérbios. São Paulo: Paulus, 2018. (Coleção Temas Bíblicos).
SNELL, Daniel C. Twice-Told Proverbs and the Composition of the Book of Proverbs. Winona Lake: Eisenbrauns, 1993.
TORRES, Milton Luiz. A vara como instrumento de disciplina. Protestantismo em Revista, São Leopoldo, v. 29, p. 32-35, set/dez. 2012.
WAARD, Jan de (ed.). Biblia Hebraica. Proverbs. Biblia Hebraica Quinta, Facsimile 17. Stuttgart: Deutsche Bibelgesellschaft, 2008.
WALTKE, Bruce K. Shebet. In: HARRIS, R. Laird; ARCHER Jr., Gleason, L.; WALTKE, Bruce K. (org.). Dicionário Internacional de Teologia do Antigo Testamento. São Paulo: Vida Nova, 1998. p. 1511-2.
WALTKE, Bruce K. The Book of Proverbs. Chapters 1-15. Michigan: Eerdmans, 2004.
WALTKE, Bruce K. The Book of Proverbs. Chapters 15-31. Michigan: Eerdmans, 2005.
WEGNER, Paul D. Discipline in the Book of Proverbs: “To Spank or not to Spank?” Journal of the Evangelical Theological Society, Chicago, v. 48, n. 4, p. 715-32. dez. 2005.
WHYBRAY, R. N. The book of Proverbs. Cambridge: At the University Press, 1972. (The Cambridge Bible Commentary).
WILLIAMS, James G. Those Who Ponder Proverbs: Aphoristic Thinking and Biblical Literature. Sheffield: The Almond Press, 1981. (Bible and Literature Series, 2).
WRIGHT, J. Robert (org.). Proverbi, Qoèlet, Cantico dei Cantici. Roma: Città Nuova, 2007. (La Bibbia Comentata dai Padri, Antico Testamento, 8).
ZOBEL, H.-J. šébet rod, staff; tribe. In: BOTTERWECK, G. Johannes; RINGGREN, Helmer (org.). Theological Dictionary of the Old Testament. Vol. XIV. Cambridge: Eerdmans, 2004. p. 302-311.