Perspectivas da psicologia junguiana acerca da religião

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Luiz Henrique Lemos
Paulo Ferreira Bonfatti

Resumo

Observa-se que o fenômeno da religião é algo extremamente complexo e muitas áreas do conhecimento acadêmico têm se dedicado há muito tempo a tentar compreendê-lo sem, contudo, esgotá-lo. Dentre as diversas áreas, a psicologia tem se apresentado nessas tentativas de entendimento com seus diversos referenciais teóricos. Nas diversas ramificações da psicologia, a perspectiva teórica junguiana tem se mostrado com uma privilegiada interface e interessante chave de compreensão, muito produtiva em relação à religião. Todavia, essa teoria psicológica tem sido, de forma superficial e incompreendida, considerada como uma teoria psicológica unilateralmente a favor da religião – o que definitivamente não é verdade. Assim sendo, através de uma tentativa de elucidação de alguns conceitos e concepções junguianas acerca da psique, esse artigo tem como objetivo apontar não só o posicionamento epistemológico de neutralidade dessa teoria como também apresentar a importância psicológica da religião enquanto criação psicológica humana que contribui, por vezes negativa e por outras positivamente, para o processo de crescimento psicológico conhecido como individuação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
LEMOS, L. H.; BONFATTI, P. F. Perspectivas da psicologia junguiana acerca da religião. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 17, n. 53, p. 832, 31 ago. 2019.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Luiz Henrique Lemos, PUC-MG

Pós- doutorando em Ciências da Religião, doutor em Psicologia, Mestre em Ciências da Religião -IBMR/RJ

Paulo Ferreira Bonfatti, Centro de Ensino Superior Juiz de Fora

Doutor em Psicologia- PUC-RJ Mestre em Ciência da Religião - UFJF e especialista Psicologia Junguiana IBMR/RJ