A formação humana na Educação Superior: abordagem onto-antropológica e teológica de Edith Stein

Main Article Content

Clélia Peretti
Vera Fátima Dullius

Resumo

O artigo reflete sobre o atual contexto da Educação Superior e seus desafios na formação de novos perfis de docentes. Optamos por indagar fenomenologicamente a formação docente em uma instituição confessional a fim de perceber, na pulsão das vivências dos estudantes, o lugar que a formação humana e da consciência ocupa na trajetória acadêmica. Seguindo essa pista e dialogando com profissionais e estudantes percebemos a necessidade de um maior aprofundamento dos pressupostos antropológico-filosóficos da educação. A partir disso, fizemos um contraponto entre o modelo reducionista e o complexo, fundamentando as concepções de conhecimento e educação no diálogo entre dois grandes pensadores: Edith Stein (1981-1942) e Edgar Morin (1921-).  Os resultados revelam a necessidade de um diálogo multi e transdisciplinar nos programas de formação docente, bem como a necessidade de pensar a formação humana a partir do paradigma da complexidade, interligando saberes que fomentem a reforma do pensamento. A formação humano-integral requer projetos que incluam todas as dimensões do ser humano. Desse modo, o ato educativo, ensino e aprendizagem, assume proporções que ultrapassam a experiência de sala de aula e perduram em sua formação. A reflexão realizada fez emergir com maior clareza os desafios de nosso tempo: um pensar rigoroso sobre o “humano” e sua formação em uma perspectiva onto-antropológica que tenha como base uma visão de mundo, de ser humano e de transcendência comprometidos com valores pautados na ideia de “casa comum”.

Article Details

Como Citar
PERETTI, C.; DULLIUS , V. F. A formação humana na Educação Superior: abordagem onto-antropológica e teológica de Edith Stein. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 18, n. 55, p. 149, 30 abr. 2020.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

Clélia Peretti, Pontifícia Universidade Católica do Paraná

Doutora em Teologia pela Escola Superior de Teologia - EST, São Leopoldo – RS. PhD pelo Centro Italiano di Ricerche Fenomenologiche em parceria com a Pontificia Università Lateranense – PUL- Roma. Itália.

Professora no Programa de Pós- Graduação Mestrado e Doutorado em Teologia da PUCPR.

Vera Fátima Dullius , FAE - Centro Universitário

Doutora pela Pontificia Universidade Católica do Paraná. (PUCPR)

Referências

ALES BELLO, A. Edith Stein: a paixão pela verdade. Curitiba: Juruá, 2014.
ALES BELLO, A. Edmund Husserl: pensar Deus, crer em Deus. Tradução de Aparecida Turolo Garcia e Márcio Luiz Fernandes. São Paulo: Paulus, 2016a. (Coleção Mundo da vida).
ALES BELLO, A. Fenomenologia e ciências humanas. Bauru: EDUSC, 2004.
ALES BELLO, A. Il senso dell'umano: tra fenomenologia, psicologia e psicologia e psicopatologia. Roma: Castelvecchi, 2016b.
ALES BELLO, A. Introdução à fenomenologia. Belo Horizonte: SPES, 2017.
ALES BELLO, A. O sentido do sagrado. São Paulo: Paulus, 2018.
ALFIERI, F. Pessoa humana e singularidade em Edith Stein: uma nova fundação da antropologia filosófica. São Paulo: Perspectiva, 2014.
BEHRENS, M. A. O paradigma emergente e a prática pedagógica. 6. ed. Petrópolis: Vozes, 2013.
FRANCISCO, Papa. Carta encíclica Laudato Si: sobre o cuidado da casa comum. Disponível em: http://www.vatican.va/content/francesco/pt/encyclicals/documents/papa-francesco_20150524_enciclica-laudato-si.html. Acesso em: 17 set. 2020.
HARARI, Y. N. 21 lições para o século 21. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.
HUSSERL, E. Meditações cartesianas: introdução à fenomenologia. Tradução de Maria Gorete Lopes e Sousa. Porto: Editora Rès, 2001.
MARTÍN-SÁNCHEZ, M. A.; CÁCERES-MUÑOZ, J. La idea de universidad del cardenal John Henry Newman. Cauriensia, v. 10, p. 335-358, 2015. Disponível em: file:///I:/Copia/Discos/Dialnet-LaIdeaDeUniversidadDelCardenalJohnHenryNewman-5324108.pdf. Acesso em: 28 jul. 2019.
MORIN, E. A cabeça bem-feita: repensar a reforma, reformar o pensamento. Rio de Janeiro: Bertrand, 2000.
MORIN, E. As duas globalizações: complexidade e comunicação, uma pedagogia do presente. Edgar Morin, Joaquim Clotet e Juremir Machado da Silva. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, EDIPUCRS, 2007.
MORIN, E. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2005.
MORIN, E. O enigma do homem: para uma nova antropologia. 2. ed. Tradução de Fernando de Castro Ferro. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979.
MORIN, E. Os sete saberes necessários à educação do futuro. Tradução de Catarina Eleonora F. da Silva; revisão técnica de Edgard de Assis Carvalho. 4. ed. São Paulo: Cortez; Brasília: UNESCO, 2001.
NEWMAN, J. H. Newman e a ideia de uma universidade. Tradução de Gilson César Cardoso de Sousa. Bauru: EDUSC, 2001.
PALMER, P. A coragem de ensinar. Vocação, as dificuldades e o potencial transformador de um professor. São Paulo: Da boa Prosa, 2012.
PASSOS, J. D. Ensino superior e magistério da Igreja. A meta da verdade e o método do diálogo. Theologica Xa¬veriana, v. 185, p. 1-25, 2018. Disponível em: http://www.scielo.org.co/pdf/thxa/v68n185/0120-3649-thxa-68-185-00125.pdf. Acesso em: 19 jul. 2019.
RUMAYOR, M. John Henry Newman y su idea de la universidad en el siglo XXI. Facultad de Educación. Educación XX1, v. 22, n. 1, , 2019p. 315-333. Disponível em: http://revistas.uned.es/index.php/educacionXX1/article/view/20088/0. Acesso em: 19 jul. 2019.
RUS, E. de. A visão educativa de Edith Stein: aproximação a um gesto antropológico integral. Tradução de Isabelle Sanchis, Juvenal Savian Filho, Maria Cecilia Isatto Parise e Paulo Pacheco. Belo Horizonte: Artesã, 2015.
SCHARMER, C. Otto. Teoria U: como liderar pela percepção e realização do futuro emergente. São Paulo: Campus, 2010.
STEIN, E. A mulher: sua missão segundo a natureza e a graça. Tradução de Alfred J Keller. Bauru: Editora da Universidade Sagrado Coração, 1999.
STEIN, E. Formazione e sviluppo dell’individualità. Roma: Città Nuova, 2017.
STEIN, E. Introduzione alla filosofia. Traduzione dal tedesco di Anna Nmaraia Pezzella. Roma: Città Nuova Editrice, 1988.
STEIN, E. L’empatia di Edith Stein. A cura di Michele Nicoletti. 2. ed. Milano: Franco Angeli, 1992.
STEIN, E. Una ricerca sullo stato. A cura di Angela Ales Bello. Roma: Città Nuova, 1993.
VAN MANEN, M. Investigación educativa y experiencia vivida: ciencia humana para una pedagogía de la acción y la sensibilidad. Barcelona: Idea Books, 2003.