Brasil, um país do futuro: projeções religiosas e leituras sobre um mote de Stefan Zweig

Vinicius Mariano de Carvalho

Resumo


Este artigo propõe-se a fazer uma leitura da obra Brasil, um país do futuro, do escritor vienense Stefan Zweig, ressaltando o quanto o discurso empregado pelo autor está revestido de certo aspecto profético quando fala do Brasil. Seu desejo de querer ver no Brasil da década de 1940 uma terra livre das intolerâncias e violências que assolavam a Europa de então, fustigada pela 2ª Guerra Mundial, fez com que Zweig revivesse a imagem mitológica de que o Brasil era uma terra paradisíaca, um éden reencontrado. A descrição que faz do Brasil, mais que otimista, adquire um aspecto profético quando o autor reforça que a harmonia e paz reinantes no país faziam deste o locus para o acontecimento de um futuro utópico, messiânico. Curiosamente o escritor/profeta, muitas vezes, trai suas profecias, projetando no Brasil valores de sua Europa e às vezes chega mesmo a se contradizer no que tange à questão da tolerância e harmonia que via no Brasil.

Palavras-chave: Stefan Zweig; Literatura de viagem; Profetismo; Intolerância; Messianismo.


ABSTRACT

This article makes a reading of Viennese writer Stefan Zweig’s book Brasil, um país do futuro (Brazil, a country of the future), pointing out how far the author’s discourse is endowed with certain prophetical aspects when it refers to Brazil. His desire to see Brazil, in the 40’s, as a land free from the intolerance and violence that devastated Europe during World War II made Zweig revive the mythological image of the country as a paradisiacal land, a rediscovered Eden. His description of Brazil, rather than optimistic, acquires a prophetical aspect when he emphasizes the fact that the prevailing harmony and peace of the country made it a locus for the advent of a messianic and utopian future. Curiously, the writer/prophet often betrayed his prophecies, projecting in Brazil old European values, and sometimes contradicting himself as to the issue of tolerance and harmony that he witnessed in Brazil.

Key words: Stefan Zweig; Voyage literature; Prophetism; Intolerance; Messianism.


Palavras-chave


Stefan Zweig; Literatura de viagem; Profetismo; Intolerância; Messianismo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: