Registro sintético de uma vida: entrevista com Fábio Alves dos Santos (Synthetic record of a life - Interview with Fabio Alves dos Santos).

Main Article Content

Fábio Alves dos Santos
Paulo Agostinho N. Baptista

Resumo

Fábio Alves dos Santos (1954-2013) cursou Pedagogia, Ciências Sociais e Teologia, era Especialista em Filosofia da Religião (PUC Minas), Advogado (PUC Minas) e Mestre em Direito Constitucional (UFMG). Lecionou na PUC Minas como professor de Cultura Religiosa e depois como professor no Curso de Direito, atuando principalmente no Serviço de Assistência Judiciária – SAJ, especialmente cuidado de causas populares como as da ASMARE (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável de Belo Horizonte), da Pastoral de Rua, da Pastoral Carcerária, de movimentos de “Sem Casa”, de ocupações e tantos outros grupos. Sua primeira publicação foi “Começo de mundo novo: sofrimento, luta e vitória dos posseiros de Santana dos Frades”, Sergipe, numa versão popular em 1981 e outra pela Editora Vozes (1990). Fruto de sua dissertação de mestrado, Fábio publicou o livro “Direito Agrário: política fundiária no Brasil (1995). Em 2001 saiu seu último livro, uma coletânea de artigos publicados em diversos jornais: “Em defesa da vida”. Num artigo em Horizonte (2004), juntamente com o advogado, amigo e colega Prof. Cristiano de Melo Bastos, discutiu “A prática jurídica na missão da PUC Minas”. Fábio sofria de grave problema de visão há mais de 15 anos. Quase ficou cego depois de diversas cirurgias de miopia. Isso, porém, não o impedia de seguir seu constante compromisso com as lutas populares. Na última entrevista que concedeu, menos de um mês antes de sua morte (19 de outubro de 2013), depois de duro sofrimento de quase dois anos, no tratamento de um câncer no pâncreas, conta um pouco de sua vida, sua luta e sua percepção de várias realidades, especialmente da Igreja e da pastoral. Militante formado na Teologia da Libertação, de profunda espiritualidade, marcada por traços da religiosidade popular nordestina e comprometida com a libertação, Fábio Alves também buscou em sua vida abrir-se à teologia do pluralismo religioso, especialmente com o Santo Daime, em cuja tradição religiosa chegou a ser “fardado”, mantendo uma profunda atitude espiritual aberta ao diálogo inter-religioso.

Article Details

Como Citar
SANTOS, F. A. DOS; BAPTISTA, P. A. N. Registro sintético de uma vida: entrevista com Fábio Alves dos Santos (Synthetic record of a life - Interview with Fabio Alves dos Santos). HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 11, n. 32, p. 1637-1649, 17 dez. 2013.
Seção
Comunicações/Papers-Communications
Biografia do Autor

Fábio Alves dos Santos, PUC Minas

Mestre em Direito Constitucional (UFMG), cursou Pedagogia, Ciências Sociais e Teologia e era Especialista em Filosofia da Religião (PUC Minas) e Advogado (PUC Minas). Lecionou na PUC Minas como professor de Cultura Religiosa e depois como professor no Curso de Direito, atuando principalmente no Serviço de Assistência Judiciária – SAJ.

Paulo Agostinho N. Baptista, Professor do PPG em Ciências da Religião da PUC Minas

Doutor e mestre em Ciência da Religião (UFJF), especialista em Filosofia da Religião (PUC Minas), licenciado em Filosofia (UFJF) e Teologia (PUC Minas), tendo cursados todas as disciplinas do curso de Ciência da Religião da UFJF entre 1977-1980.