Concílio Vaticano II, verbalização do sagrado e esfera pública democrática: uma hipótese a partir de Jürgen Habermas (Vatican II Council, sacred verbalization and public spheres: a hypothesis from Jürgen Habermas) - DOI: 10.5752/P.2175-5841.2009v7n15p92

Sérgio Ricardo Coutinho

Resumo


Este artigo visa analisar o processo de recepção do Concílio Vaticano II nas “Igrejas locais” do Maranhão a partir da teoria do agir comunicativo de Jürgen Habermas. A partir de uma questão levantada por José Oscar Beozzo, historiador brasileiro do Concílio Vaticano II, queremos saber de que modo áreas relativamente periféricas para a gestação e produção do Concílio aprestaram-se para a sua recepção e a realizaram à sua maneira. O tema se torna interessante porque foram justamente nessas áreas relativamente marginais durante a gesta conciliar, que se tornaram das mais relevantes para sua recepção, durante o período pós-conciliar. O que pensar, então, da recepção do Vaticano II em áreas periféricas à periferia? No caso brasileiro, estamos nos referindo àquelas “Igrejas” que estariam longe dos grandes centros urbanos, dos centros de decisão política e econômica, dos avanços tecnológicos e das inovações culturais. Para responder, lançamos a hipótese de que por meio da “verbalização do sagrado” a Igreja no Maranhão veio (e vem) realizando sua recepção do Concílio tendo como fio condutor a construção de uma esfera pública democrática no “mundo da vida” contra a colonização pelo “sistema”.

Palavras-chave: Concílio Vaticano II, Igreja Católica, Jürgen Habermas, teoria do agir comunicativo, esfera pública democrática.

 

Abstract

 This article aims to analyze the process of reception of Vatican II in "Churches" of Maranhão by the theory of communicative action of Jürgen Habermas. From a question raised by José Oscar Beozzo, brazilian Vatican II historian, we want to know how relatively remote areas, during the gestation and production of the Council, were preparing for their reception and made his own way. This is interesting because it was in these relatively marginal areas, during the Council, which became the most relevant for the reception, during the post-council period. Then, what think about the reception of Vatican II in the periphery of periphery? We are referring, in Brazil, to those “churches” that are far from major urban centers of political and economic decision, technological and cultural innovations. The hypothesis is: by "sacred verbalization" the Maranhão Church’s which continues doing his reception, lead by the construction of a democratic public sphere in the "life world" against "system" colonization.

Key words: Vatican II Council, Catholic Church, Jürgen Habermas, theory of communicative action, democratic public sphere.

 


Palavras-chave


Concílio Vaticano II, Igreja Católica, Jürgen Habermas, Agir comunicativo, Democracia, Vatican II Council, Catholic Church, Jürgen Habermas, Communicative action, Democracy.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5752/P.2175-5841.2009v7n15p92

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Esta obra está licenciada sob uma Attribuiton 4.0 Internacional:  
Atribuição 4.0 Internacional (CC BY 4.0)

 

Redes Sociais:

 

 

Filiada: Apoio:

Logotipo do IBICT

 

 

 

Indexadores e Repositórios/Banco de dados:


Latindex Sumários de Revistas   Brasileiras



 

Presença em algumas bibliotecas no exterior: