Entre o “empoderamento espiritual” e a “ecoespiritualidade”: um estudo da Seicho-no-Ie do Brasil.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

João Paulo de Paula Silveira

Resumo

O artigo discute nuances contemporâneas da identidade religiosa dos adeptos da Seicho-no-Ie (Lar do Progredir Infinito, em português). Considera-se dois aspectos marcantes dessa identidade: o “empoderamento espiritual” e a ecoespiritualidade. Ambos são percebidos enquanto desdobramentos das interpelações feitos pela modernidade tardia à imaginação religiosa da mulher e do homem contemporâneo. Os dados do qual fizemos uso foram coletados junto aos adeptos da cidade de Goiânia ao longo de 2015, além daqueles oriundos das publicações religiosas com o qual tivemos contato. Esse trabalho está em afinidade com as discussões que situam as novas religiões e espiritualidades como respostas as contingências sociais e culturais modernas, em especial as reflexões de Lorne L. Dawson (2004; 2006) e Christopher Partridge (2005). Ambos chamam a atenção para a importância da compreensão sociológica das novas religiões e espiritualidades alternativas enquanto fenômeno específico da contemporaneidade que não devem ser reduzidos aos esquemas compreensivos que trivializam esse tipo de sensibilidade religiosa.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
SILVEIRA, J. P. DE P. Entre o “empoderamento espiritual” e a “ecoespiritualidade”: um estudo da Seicho-no-Ie do Brasil. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 14, n. 43, p. 740-764, 30 set. 2016.
Seção
Artigos/Articles: Dossiê/Dossier
Biografia do Autor

João Paulo de Paula Silveira, Universidade Estadual de Goiás - Campus Iporá.

Doutor em Sociologia pela Faculdade de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (2016). Docente de História Moderna, História Contemporânea e História das Religiosidades da Universidade Estadual de Goiás - Câmpus Iporá. Pesquiador do Núcleo de Estudos da Religião "Carlos Rodrigues Brandão" (NER-UFG).