Igreja Católica, direitos reprodutivos e direitos ambientais

  • José Eustáquio Diniz Alves Escola Nacional de Ciências Estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ENCE/IBGE http://orcid.org/0000-0001-6095-9668
  • Suzana Cavenaghi Professora do Programa de Pós-graduação em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE. http://orcid.org/0000-0003-0627-3045
Palavras-chave: Religião. Igreja Católica. Direitos Reprodutivos. Direitos Ambientais

Resumo

O objetivo deste texto é apresentar e debater alguns pontos de interseção da esfera dos direitos humanos com o campo da religião, abordando, em especial, os encontros e desencontros referentes às doutrinas da Igreja Católica sobre os direitos reprodutivos e os direitos ambientais. Para tanto, reconstituímos uma narrativa histórica e relacional do debate sobre as origens e a evolução da transição demográfica e dos direitos humanos, desde a época da Revolução Francesa. Por meio de uma análise comparativa e contextualizada, apresentamos o debate sobre população e desenvolvimento sustentável e as visões sobre os direitos reprodutivos e ambientais expostos em Conferências da Organização das Nações Unidas e nas encíclicas Humanae Vitae e Laudato Si’. Argumentamos que desde o final do século XVIII até os dias atuais, o progresso humano se deu às custas do regresso ambiental e, nessa rota divergente, aumenta a tensão entre a dinâmica do crescimento populacional e a efetivação dos direitos reprodutivos e dos direitos ambientais. Desta forma, assinalamos que no Estado democrático de direito, com respeito aos princípios da laicidade, a tolerância religiosa é essencial para o adequado equacionamento da questão dos direitos reprodutivos e para o aprofundamento do debate sobre os direitos ambientais.

Biografia do Autor

José Eustáquio Diniz Alves, Escola Nacional de Ciências Estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - ENCE/IBGE
José Eustáquio Diniz Alves é doutor em demografia pelo Cedeplar/UFMG, com pós-doutorado no Nepo/
Unicamp, professor titular do Programa de Pós-graduação em População, Território e Estatísticas
Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE), do Instituto Brasileiro de Geografia e
Estatística – IBGE.

Suzana Cavenaghi, Professora do Programa de Pós-graduação em População, Território e Estatísticas Públicas da Escola Nacional de Ciências Estatísticas (ENCE), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE.
Doutora em demografia pela Universidade do Texas
Publicado
29-09-2017
Como Citar
DINIZ ALVES, J. E.; CAVENAGHI, S. Igreja Católica, direitos reprodutivos e direitos ambientais. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 15, n. 47, p. 736-769, 29 set. 2017.