Die Ordnung der Affekte: Frömmigkeit als Erziehungsideal bei Erasmus von Rotterdam und Philipp Melanchthon

Main Article Content

Eduardo Gross

Resumo

Não se aplica.

Article Details

Como Citar
GROSS, E. Die Ordnung der Affekte: Frömmigkeit als Erziehungsideal bei Erasmus von Rotterdam und Philipp Melanchthon. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 18, n. 55, p. 420, 30 abr. 2020.
Seção
Resenhas e recensões/Book reviews
Biografia do Autor

Eduardo Gross, UFJF

graduação em Teologia pela Escola Superior de Teologia de São Leopoldo, RS (1989) e doutorado em Teologia também pela Escola Superior de Teologia (1997), tendo realizado parte dos estudos do doutorado na Lutheran School of Theology at Chicago (EUA). Atualmente é professor associado da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Teologia, com ênfase em Religião e Hermenêutica, atuando principalmente nos seguintes temas: filosofia da religião, religião e hermenêutica, religião e literatura, religião e cultura.

Referências

Dr. Eduardo Gross; professor da UFJF; eduardo.gross@ufjf.edu.br; Departamento de Ciência da Religião, ICH; Rua José Lourenço Kelmer, s/n – Campus Universitário
Bairro São Pedro – CEP: 36036-900 – Juiz de Fora – MG