Entre a parábola e o conto: Jesus, um contador de histórias

  • Levi Fernandes Leonido da Silva Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Escola das Ciências Humanas e Sociais Departamento de Letras, Artes e Comunicação Diretor da Revista Europeia de Estudos Artísticos Presidente da PORTAS DA BILA – Associação Cívica e Cultural Investigador do Centro de Investigação em Ciências e Tecnologias das Artes
  • João Bartolomeu Rodrigues Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Escola das Ciências Humanas e Sociais Departamento de Letras, Artes e Comunicação
  • Elsa Gabriel Morgado Investigadora Auxiliar Convidada do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Universidade Católica – Braga; Investigadora do Centro de Estudos em Letras – Universidade de Trás‐os‐Montes e Universidade de Évora. Investigadora de pós‐Doutoramento na Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro. É Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro
Palavras-chave: contista, conto literário, filho pródigo, evangelho

Resumo

Nesta investigação, propomo-nos demonstrar que Jesus foi um verdadeiro contador de histórias. A narrativa lucana conhecida tradicionalmente por parábola do Filho pródigo (Lc 15, 11-32) não é propriamente uma parábola, pois assume os contornos formais de um conto, podendo-se nela encontrar as caraterística centrais do género literário “o conto”. Nela encontramos propriedades configuradoras da sua individualização como género: a conclusão moralizante de uma história fechada, com princípio, meio e fim; a concentração de espaço, tempo e reduzido número de personagens; a curta extensão sintagmática, mas sempre extensa comparada com a das parábolas. Em suma, concluímos que estamos perante um verdadeiro e extraordinário conto. Há, no entanto, outras narrativas evangélicas que pelas suas características se assemelham à do Filho pródigo. Podemos assim identificar a do Administrador infiel (Lc 16, 1-8), a narrativa dos Vinhateiros homicidas (Lc 20, 9, 19), a das Moedas de ouro (Lc 19, 11-27) e respetivos paralelos de Mt (25, 14), que se revestem de característica muito semelhantes às do Filho pródigo, apesar de muito menos desenvolvidas e que, no fundo, as consideramos como sendo embriões de contos.

Biografia do Autor

Levi Fernandes Leonido da Silva, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Escola das Ciências Humanas e Sociais Departamento de Letras, Artes e Comunicação Diretor da Revista Europeia de Estudos Artísticos Presidente da PORTAS DA BILA – Associação Cívica e Cultural Investigador do Centro de Investigação em Ciências e Tecnologias das Artes

LEVI LEONIDO FERNANDES DA SILVA
Diretor da Revista Europeia de Estudos Artísticos (European Review of Artistic Studies). Diretor I, II, III,
IV e V Festival Internacional de Teatro e Artes Preformativas. Diretor do I, II e III Congresso
Internacional de Artes e Comunicação. Diretor do I, II e III Simpósio Internacional de Investigação em
Arte. Associate‐Editor do Journal of Arts and Culture (Bioinfo Publications Journal of Arts and Culture –
INDIA). Membro da Editorial Board do International Journal of Art and Culture Technology (IJACT)
AUSTRÁLIA (Global Vision School Publication). Reviewer dos Cadernos de Educação, Tecnologia e
Sociedade – BRASIL. Formação Académica: Doutoramento em Educação (Didática das Expressões
Artísticas) pela Universidade de Salamanca – USAL (2006). Grado de Salamanca em Educação (2004).
Formação Pós‐graduada em Música, Texto y Representación pela USAL (2002). Licenciado em Educação
Musical pelo Instituto Piaget / Conservatório Regional e Música de Gaia (1998). Bacharelato em
Professores do 1.º CEB ‐ UTAD (1994). Desenvolveu estudos de Pós‐doutoramento em Estudos
Musicais (Universidade de Santiago de Compostela ‐2006‐07) no âmbito do projeto intitulado “Artes
em meio prisional – presente e futuro” e em Estudos Teatrais (Universidade de Coimbra ‐ 2009‐11) no
âmbito do projeto intitulado “Estado da Arte do Teatro em Portugal”. Professor da Escola de Ciências
Humanas e Sociais da UTAD. Investigador do Centro de Investigação em Ciências e Tecnologias da
Artes da Universidade Católica Portuguesa. Produziu, compôs e dirigiu 52 obras artísticas (nacional e
internacional) na área das artes visuais, teatro, música e artes plásticas. Publicou entre artigos de
revista indexadas, comunicações em eventos científicos 102 investigações na especialidade. Publicou
10 livros e em outros 16 assumiu a coordenação, organização e edição. Orientou 144 trabalhos de
investigação (doutoramento, mestrado e iniciação científica). Participou em 227 júris académicos.
Orienta 28 Tese de Doutoramentos (Portugal, Espanha, Brasil e Angola). Tem desenvolvido uma
regular atividade investigativa no domínio da Artes e Educação com especial enfoque na criação /
direção artística e na orientação de trabalhos de investigação avançada (mestrado, doutoramento e
pós‐doutoramento).

João Bartolomeu Rodrigues, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Escola das Ciências Humanas e Sociais Departamento de Letras, Artes e Comunicação

Membro Integrado do CITCEM da Faculdade de Letras da Universidade do porto na área de
investigação em “MEMÓRIA, PATRIMÓNIO E CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADES”. Membro do Conselho
Editorial da European Review of Artistic Studies. Vice‐presidente da Portas da Bila – Associação Cívica
e Cultural. Formação académica: Licenciado em 1989 em teologia pela Universidade Católica
Portuguesa. Ordenado sacerdote e exerceu o ministério até 1999. Colaborador da UTAD de 2000 a
2004, ano em que terminou o mestrado em cultura portuguesa, tendo sido contratado como assistente
de 2004 a 2008, ano em que defendeu o doutoramento em Ciências da Educação. Foi contratado como
Professor auxiliar em 2008 e foi docente no departamento de Educação e Psicologia até 2015. Em 2015
integrou o Conselho e Departamento de Letras, Artes e comunicação. Tem publicado regularmente na
área da educação e Cultura.

Elsa Gabriel Morgado, Investigadora Auxiliar Convidada do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Universidade Católica – Braga; Investigadora do Centro de Estudos em Letras – Universidade de Trás‐os‐Montes e Universidade de Évora. Investigadora de pós‐Doutoramento na Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro. É Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro

Investigadora Auxiliar Convidada do Centro de Estudos Filosóficos e Humanísticos da Universidade
Católica – Braga; Investigadora do Centro de Estudos em Letras – Universidade de Trás‐os‐Montes e
Universidade de Évora. Investigadora de pós‐Doutoramento na Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto
Douro. É Doutora em Ciências da Educação pela Universidade de Trás‐os‐Montes e Alto Douro; Mestre
em Biologia e Geologia (para o ensino); Especializada em Educação Especial (domínio Cognitivo e
Motor) e Licenciada em Biologia e Geologia (ensino de). Integra a Direção da Revista Europeia de
Estudos Artísticos (European Review of Artistic Studies). Tem desenvolvido uma regular atividade e
investigativa no domínio das Ciências da Educação; Educação Especial; Supervisão Pedagógica e
Estágio de Inserção Profissional. Publica com regularidade em revista indexadas internacionalmente
nas áreas da supervisão, educação e avaliação. Membro da International Study Association on Teachers
and Teaching (ISATT), University of Reading, UK. Avaliadora Convidada do SEMEAD 20anos – XX
Seminários em Administração, PPGA/FEA/USP, São Paulo, Brasil.

Publicado
2019-04-30
Como Citar
SILVA, L. F. L. DA; RODRIGUES, J. B.; MORGADO, E. G. Entre a parábola e o conto: Jesus, um contador de histórias. HORIZONTE - Revista de Estudos de Teologia e Ciências da Religião, v. 17, n. 52, p. 300-314, 30 abr. 2019.
Seção
Artigos/Articles: Temática Livre/Free subject