O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O texto em português, inglês, francês ou espanhol deve ser inédito em revista nacional. Se estiver sendo avaliado por outra revista, justificar em "Comentários ao Editor". Textos previamente publicados em anais podem ser submetidos desde que a informação também esteja sinalizada ao editor.
  • Autoras ou autores não tiveram artigo aceito para publicação ou publicado na Dispositiva nos últimos dois anos;
  • Autoras/es devem preencher os metadados relativos à submissão, incluindo os dados de cada autor/a (e-mail, ORCID, Instituição, biografia), palavras-chave (em português e inglês) e agências de fomento, quando pertinente.
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF e foi criado a partir de template disponível nesta página.
  • O tamanho para artigos, entrevistas e traduções é de, no máximo, 55 mil caracteres com espaços, incluindo resumos e referências bibliográficas. As resenhas podem ter até 35.000 caracteres com espaço.
  • O texto deve ser formatado em Arial, corpo 12, espaço 1,5, cor preto (Automático), justificado, com recuo de 1,25 cm na primeira linha do parágrafo. Para destaques, o texto emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL) e as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento, na forma de anexos.
  • Devem ser incluídas URLs clicáveis para as referências, sempre que possível.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores.
  • Artigos devem seguir as orientações para elaboração de artigo científico conforme NBR 6022:2018 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) disponível no site da Biblioteca da PUC Minas: Guia Completo ABNT.
  • Para garantir a avaliação duplo-cega pelos pares, autores devem seguir as instruções disponíveis nesta página.

Diretrizes para Autores

NORMAS PARA PUBLICAÇÃO DE ARTIGOS NA REVISTA DISPOSITIVA

1. O texto em português, inglês, francês ou espanhol deve ser inédito em revista nacional. Se estiver sendo avaliado por outra revista, justificar em "Comentários ao Editor". Textos previamente publicados em anais podem ser submetidos desde que a informação também esteja sinalizada ao editor;

2. Artigos completos, entrevistas e traduções devem ter até 55 mil caracteres com espaço, incluindo elementos pré e pós-textuais (título, autoria, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas). Resenhas podem ter até 35.000 caracteres, com espaço, incluindo elementos pré e pós-textuais (título, autoria, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas);

3. O documento deve ser formatado em arquivo de template de Word disponível neste site, com margens superior e inferior de 3 cm e esquerda e direita de 2 cm, todo redigido em espaço 1,5. É obrigatório seguir todos os estilos indicados no template da Revista Dispositiva disponível nesta página de Diretrizes para Autores:

3.1 Título do artigo na língua original em Arial Narrow, tamanho 16, cor preta (Automático), em negrito, centralizado. Confira no template as orientações sobre tamanho ideal de títulos;

3.2 Subtítulo opcional na língua original na linha abaixo do título, em Arial Narrow, tamanho 12, cor preta (Automático), centralizado. Confira no template as orientações sobre tamanho ideal de subtítulos;

3.3 À direita, nome completo do autor (ou autores, quando houve coautoria) em Arial Narrow, 14, somente a primeira letra em maiúscula. Em nota de rodapé, indicar: Titulação, instituição (vínculo atual, por extenso, seguido de sigla entre parênteses), e-mail para contato, link para ORCID, link para currículo Lattes. Para garantir o processo de avaliação duplo-cega pelos pares, essas informações não devem ser inseridas no manuscrito submetido, apenas nos metadados da Revista;

3.4 O resumo deve vir em Arial 11 com até 10 linhas, seguido de três a cinco palavras-chave separadas por ponto e vírgula. Ao final do artigo, após as referências bibliográficas, deve ser incluída tradução para o inglês (Abstract e Keywords) na mesma formatação.

3.5 A Introdução e os títulos de seção não devem ser numerados, e devem ser inseridos em fonte Arial Narrow, tamanho 14, negrito, cor preta (Automático). O autor pode nomear cada seção como achar melhor, mas recomenda-se que não use mais do que uma linha.

3.6 O corpo do texto deve ser apresentado em fonte Arial 12, justificada, com recuo de 1,25 na primeira linha de cada parágrafo, na cor preta (Automático). Citações curtas (até três linhas) devem ser inseridas no texto, entre aspas. Citações de mais de 3 linhas devem ser inseridas em fonte Arial 11, espaçamento simples, recuados em 4 cm à esquerda;

4. O padrão editorial obedecerá às prescrições da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) conforme disposto no manual de Orientações para Elaboração de Artigo Científico produzido pela Biblioteca da PUC Minas, disponível em: ORIENTAÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE ARTIGO CIENTÍFICO;

5. A Comissão Editorial reserva-se o direito de alterar os originais com o fim de condicioná-los a essas e outras normas de seu padrão editorial.

Clique aqui para fazer download do template da Revista Dispositiva.

Garantindo a avaliação cega pelos pares:

Os trabalhos submetidos à Revista Dispositiva passam por um processo inicial de desk review em que é avaliado o cumprimento ao critério de submissão, em um processo de pré-avaliação.

Na sequência, os artigos são encaminhados pelos editores a pelo menos dois (2) pareceristas ad hoc que tenham experiência no campo da temática do artigo. Os avaliadores procedem às avaliações dos trabalhos em sistema de duplo-cego ou Double Blind Review.

Para assegurar a integridade da avaliação por pares cega, antes de submeter seu texto à Dispositiva, tome todos os cuidados possíveis para não revelar a sua identidade como autor ou autora do trabalho. Considerem esse rápido chek-lis para ajuste das propriedades do documento:

  1. Exclua do texto nomes e autorias, e substitua por "Autor" e o ano em referências e notas de rodapé;
  2. Em documentos do Microsoft Office, a identificação do autor deve ser removida das propriedades do documento (no menu Arquivo > Propriedades), iniciando em Arquivo, no menu principal, e clicando na sequência: Aqruivo > Salvar como... > Ferramentas (ou Opções no Mac) > Opções de segurança... > Remover informações pessoais do arquivo ao salvar > OK > Salvar;
  3. Em PDFs, os nomes dos autores também devem ser removidos das Propriedades do Documento, em Arquivo no menu principal do Adobe Acrobat.

ARTIGO

 Artigos devem ter até 55 mil caracteres com espaço, incluindo elementos pré e pós-textuais (título, autoria, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas). O documento deve ser formatado em arquivo de template de Word disponível neste site, com margens superior e inferior de 3 cm e esquerda e direita de 2 cm, todo redigido em espaço 1,5. É obrigatório seguir todos os estilos indicados no template da Revista Dispositiva disponível na página de Diretrizes para Autores.

TRADUÇÃO

Seção destinada a receber texto inédito em português que contribua com reflexões relacionadas ao campo comunicacional em suas variadas vertentes. Traduções podem ter até 55 mil caracteres com espaço, incluindo elementos pré e pós-textuais (título, autoria, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas). O documento deve ser formatado em arquivo de template de Word disponível neste site, com margens superior e inferior de 3 cm e esquerda e direita de 2 cm, todo redigido em espaço 1,5. É obrigatório seguir todos os estilos indicados no template da Revista Dispositiva disponível na página de Diretrizes para Autores.

ENTREVISTA

Tem o objetivo de  dialogar com pesquisadores e pensadores. É um espaço  para discussão de idéias que contribuam para a compreensão e análise das produções veiculadas tanto pelos sistemas midiáticos  já estabelecidos quanto por outras experiências alternativas de criação e distribuição.

Entrevistas devem ter até 55 mil caracteres com espaço, incluindo elementos pré e pós-textuais (título, autoria, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas). O documento deve ser formatado em arquivo de template de Word disponível neste site, com margens superior e inferior de 3 cm e esquerda e direita de 2 cm, todo redigido em espaço 1,5. É obrigatório seguir todos os estilos indicados no template da Revista Dispositiva disponível na página de Diretrizes para Autores.

RESENHA

Acolhe trabalhos críticos sobre publicações recém-lançadas em português, inglês, francês ou espanhol. Espera-se que o autor-resenhista discuta e aprofunde a reflexão apresentada no trabalho avaliado.

Resenhas podem ter até 35.000 caracteres, com espaço, incluindo elementos pré e pós-textuais (título, autoria, resumo, palavras-chave e referências bibliográficas). O documento deve ser formatado em arquivo de template de Word disponível neste site, com margens superior e inferior de 3 cm e esquerda e direita de 2 cm, todo redigido em espaço 1,5. É obrigatório seguir todos os estilos indicados no template da Revista Dispositiva disponível na página de Diretrizes para Autores.

Dossiê Em busca de um local

Reconhecendo que uma das principais qualidades dos meios de comunicação é sua capacidade para realizar deslocamentos espaço-temporais a partir de condições sócio-técnicas específicas, convidamos os pesquisadores do campo da comunicação a submeter artigos que problematizam o espaço na mídia. A partir de diferentes conceitos para abordar questões relacionadas ao espaço – como de local, regional, mundial, global, nação, topos, território –, parece-nos relevante a incorporação a estas da dimensão temporal – como cotidiano, duração, tradição, geração, performance, presença, histórico.

Interessam-nos memórias, narrativas, campos discursivos que se constituem a partir das relações espaço-temporais engendradas pela historicidade dos processos comunicacionais. Trata-se de reconhecer que as formas de materialidade e modulações discursivas das mídias afetam a configuração de vivências subjetivas e coletivas em espaços concretos, virtuais, simbólicos e imaginários. Diante de complexas e muitas vezes pouco visíveis sobreposições proporcionadas pela intensificação dos usos midiáticos, torna-se produtivo revisitar, inclusive em perspectiva histórica e historiográfica, as formas pelas quais as mídias contribuem para reposicionar os indivíduos em suas localidades e redes de convívio, na vida social e política. O próprio corpo, lócus do biopoder, torna-se território de disputa, na medida em que as mídias tendem a criar corpos abstratos, estereotipados e efêmeros almejados para o consumo. Em que medida a "busca de um local" pode levar à ressignificação da vida social e constituir-se inclusive em formas de resistência, como em movimentos antirracistas, de gênero, ambientais e de direitos humanos? A "busca de um local" também se torna exercício de territorialização da reflexão crítica na comunicação, situando-nos em processos decisivos da contemporaneidade. Dessa forma, sugerimos, sem limitar, a submissão de artigos que abordem:

- Historiografia de mídias locais;
- Estudos comparativos de história midiática;
- Espaços e redes de afeto nas mídias;
- Público, privado e íntimo na mídia;
- Autorrepresentação e autoimagem na história da mídia;
- Local, memória e mídia;
- Mídia e ativismo local;
- Percepção e imaginação espacial na mídia;
- Ritmos, padrões e estereótipos midiáticos;
- Mídias e cartografias;
- Usos não programados de dispositivos midiáticos;
- Migrações e adaptações de formas e gêneros midiáticos.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.